quarta-feira, 31 de dezembro de 2008

FELIZ 2009 para todos nós

CRISE? QUE CRISE!

QUE VENHA 2009

SUCESSO PARA
TODOS NÓS!

SUPLEMENTO CULTURAL AGORA É PONTO COM

CONHEÇA A INOVAÇÃO DE SEU SUPLEMENTO CULTURAL

Uma boa notícia: ABL + Global = Volp atualizado

VOCABULÁRIO ORTOGRÁFICO DA LÍNGUA PORTUGUESA

AO ALCANCE DE TODOS



Até o começo do mês de fevereiro de 2009, a Global Editora colocará no mercado o Vocabulário ortográfico da língua portuguesa, também conhecido apenas como Volp. É uma obra de referência para todos que utilizam a língua portuguesa como principal instrumento de trabalho, porque registra oficialmente a grafia correta das palavras empregadas no Brasil e que, verdadeiramente, norteia todos os nossos dicionários.

O Volp chega ao catálogo da Global em sua 5ª edição e apresentará cerca de 370 mil verbetes, atualizados em consonância com o Novo Acordo Ortográfico da Língua Portuguesa no Brasil. Assinado pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva no dia 29 de setembro de 2008, o acordo deverá ser usado em documentos oficiais e na mídia a partir de 1º de janeiro de 2009.

Continuamente elaborado pela Academia Brasileira de Letras, em suas edições anteriores o Volp sempre foi comercializado apenas pela ABL. No catálogo da Global, ele continuará tendo a chancela da Academia – sob a supervisão do acadêmico Evanildo Bechara, responsável na ABL pelo setor de lexicografia e lexicologia – e terá, enfim, maior visibilidade, uma vez que seus usuários poderão encontrá-lo à venda em livrarias e nos principais pontos de venda do Brasil, pois a Global possui distribuidores nos quatro cantos do País.

UM LANÇAMENTO


Parque Barigüi terá atrações musicais neste domingo

Os grupos Terra Sonora, Universo em Verso Livre e o cantor Lydio Roberto são as atrações do programa Música nos Parques


O programa Música nos Parques acontece neste domingo (4), no Parque Barigüi, tendo como atrações os grupos Terra Sonora, Universo em Verso Livre e o cantor Lydio Roberto. Os shows acontecem pela manhã e à tarde, garantindo mais uma opção de cultura e lazer para a população.

O grupo Terra Sonora apresenta-se às 11h, levando o espetáculo Som do Mundo nos Parques. O repertório foi especialmente elaborado para este show. É composto por músicas de celebrações, cerimônias, danças e festas populares tradicionais de várias partes do mundo. Além das composições que representam as tradições brasileiras, há também temas da Polônia, Síria, Portugal, Japão, Marrocos, Espanha, Itália, Turquia e Macedônia.

O músico e compositor curitibano Lydio Roberto apresenta-se às 14h, mostrando o show que comemora os seus 30 anos de carreira. Lydio lançou o seu primeiro CD, Choro das Águas, em 1985. Depois vieram outros trabalhos: Estrela Guia (1999), Violada (2005) e Alma Brejeira (2008). Suas músicas representam a sonoridade paranaense. Neste show, o músico conta com o acompanhamento de Daniel Migliavacca, Cristina Lemos e Juliana Cortes.

O programa de domingo encerra às 17h, com o projeto Musicaoar, do grupo Universo em Verso Livre em parceria com o músico André Abujamra. O espetáculo tem composições do grupo e de André Abujamra, adaptadas para essa apresentação conjunta inédita. Temas como a natureza e a interação do homem no mundo são recorrentes em suas obras. A banda Universo em Verso Livre desenvolve um trabalho peculiar, preocupado com a cultura popular brasileira, sem deixar de lado as influências cosmopolitas contemporâneas. Cantor, compositor, multiinstrumentista, produtor e ator, André Abujamra é conhecido por um trabalho que funde ritmos e melodias de diferentes cantos do planeta.



Serviço:
Música nos Parques
Local: Parque Barigüi
Data: 4 de janeiro de 2009 (domingo)


11h – Show Som do Mundo nos Parques, com o grupo Terra Sonora


14h – Show Lydio Roberto 30 Anos


17h – Show Musicaoar, com Universo em Verso Livre e André Abujamra.
Entrada franca

Casa da Leitura empresta livro e cadeiras para quem quer ler no parque

No verão, uma das opções é emprestar livros para ler no parque. As Casas da Leitura estão localizadas no Parque Barigüi e no São Lourenço.

As Casas da Leitura, espaços de literatura da Fundação Cultural de Curitiba instaladas no Parque Barigüi e no Centro de Criatividade do Parque São Lourenço, dispõem de um valioso acervo de livros infantis, infanto-juvenis e para adultos, além de jornais e revistas. Com a chegada do verão, uma das opções oferecidas pelas Casas é o empréstimo de livros e de cadeiras para quem quer ler ao ar livre, na área do parque. Para retirar o livro e a cadeira, basta apresentar a carteira de identidade.

A Casa da Leitura tem por finalidade ser um espaço de promoção da leitura utilizando-se de ações de incentivo, e também um centro de estudos e pesquisas nessa área, com a realização de cursos, seminários, rodas de leitura e conferências destinados aos agentes multiplicadores.

Esses agentes podem ser professores da rede municipal de ensino, contadores de histórias, arte-educadores e voluntários. O programa compreende também ações com estudantes e a comunidade. O principal objetivo é disseminar na população o gosto pela leitura.

Outras Bibliotecas: Além da Casa da Leitura e dos Faróis do Saber, a comunidade conta também com outras 12 bibliotecas localizadas em vários bairros da cidade. Acervos de boa qualidade são disponibilizados à população para leitura local e empréstimos. As bibliotecas oferecem também oficinas de criação literária ao longo do ano.


Confira os endereços:

Casa da Leitura Manoel Carlos Karam
Rua Batista Ganz - Parque Barigüi (acesso pela avenida Mário Tourinho/ BR-277) Tel.: 3240-1101 Horário de Funcionamento: de segunda a sexta-feira, das 9h às 12h e das 13h30 às 17h30. Aos sábados e domingos, das 10h às 17h.

Casa da Leitura Augusto Stresser Rua Mateus Leme – Centro de Criatividade de Curitiba Tel.: 3254-6802 Horário de Funcionamento: de segunda a sexta-feira, das 9h às 12h e das 13h30 às 17h30. Aos sábados e domingos, das 10h às 16h

Biblioteca Casa Kosák
Rua Pe. Julio Saavedra, 588 - Vila São Paulo Tel. 3217-1213 Horário de funcionamento: 9h – 12h / 14h – 18h

Biblioteca da Cidade Industrial de Curitiba Rua Padre Gaston, s/nº - Terminal CIC. Tel. 3212-1402 Horário de funcionamento: 9h – 12h / 14h – 18h

Biblioteca da Rua da Cidadania Boqueirão
Mal. Floriano Peixoto, s/nº. Terminal do Carmo Tel. 3276-6016 Horário de funcionamento: 9h – 12h / 13h – 18h

Biblioteca da Rua da Cidadania Fazendinha
Rua Carlos Klentz, s/nº. Terminal da Fazendinha Tel. 3245-1100 - Ramal 2039 Horário de funcionamento: 9h – 12h / 14h – 18h

Biblioteca da Rua da Cidadania Pinheirinho Av. Winston Churchil, s/nº. Terminal do Pinheirinho. Tel. 3212-1514 Horário de funcionamento: 9h – 18h

Biblioteca da Rua da Cidadania
Santa Felicidade Rua Santa Bertila Boscardi, s/nº. Terminal Santa Felicidade. Tel. 3374-5017 Horário de funcionamento: 9h – 12h / 14h – 18h

Biblioteca do Bairro Novo
Rua Tijucas do Sul,1700. Tel. 3298-6319 Horário de funcionamento: 9h – 12h / 14h – 18h

Biblioteca Franco Giglio Rua Jerônimo Durski, 1139 – Bigorrilho. Tel. 3240-1102 Horário de funcionamento: 9h – 12h / 14h – 18h

Biblioteca Jardim das Américas
Rua Rodolfo Senff, 223 - Jardim das Américas Tel. 3361-2303 Horário de funcionamento: 9h – 12h / 14h – 18h

Biblioteca Miguel de Cervantes
Rua Carlos de Carvalho, s/nº. Praça da Espanha Tel. 3321-2821 Horário de funcionamento: 9h – 12h / 14h – 18h Sábados: das 10h - 17h

Biblioteca Nair de Macedo
Rua da Capitania, 57 - Guabirotuba. Tel. 3296-3312 Horário de funcionamento: 9h – 12h / 13h30 – 17h30

Biblioteca Santos Andrade Rua Astolfo Nogueira,s/nº. Campo Comprido Tel. 3314- 5235 Horário de funcionamento: 10h – 17h

terça-feira, 30 de dezembro de 2008

SUPLEMENTO CULTURAL AGORA É PONTO COM

CONHEÇA A INOVAÇÃO DE SEU SUPLEMENTO CULTURAL

QUANDO A VERDADE SE CONFUNDE COM A FICÇÃO


Costumamos pensar que o romance histórico é uma típica narrativa dos que se socorrem dos fatos para dar asas a seus floreios ficcionais. Talvez pudesse ser verdade, não fosse o empenho de grandes autores em procurar aproximar as informações históricas, muitas vezes maçantes, bordadas de datas e acrescida de pinduricalhos, como notas de rodapé do grande público. Não fosse assim, poucos teriam a oportunidade de entender melhor a história de seus países. O romance histórico também é um fenômeno pop, uma vez que é a base para muitas das adaptações de sucesso para o cinema e a televisão. Muitos ousam demais e “romanceiam”, glamourizando personagens muito mais desinteressantes. De uma forma ou outra, realmente fica difícil para qualquer um de nós saber o diálogo ocorrido, nessa ou naquela alcova, ou ainda o último suspiro de um bravo herói (isso se ele realmente foi um herói). LEIA O TEXTO COMPLETO

segunda-feira, 29 de dezembro de 2008

SUPLEMENTO CULTURAL AGORA É PONTO COM

CONHEÇA A INOVAÇÃO DE SEU SUPLEMENTO CULTURAL

Exposição D. João e a Biblioteca Nacional

A Fundação Biblioteca Nacional inaugurou no dia 11 de dezembro a exposição D. João e a Biblioteca Nacional no Centro Cultural da Justiça Federal. A mostra integra o evento 200 anos - da Corte à Corte, em homenagem a cinco instituições: Supremo Tribunal Federal, Corpo de Fuzileiros Navais, Jardim Botânico do Rio de Janeiro, Imprensa Nacional e a Biblioteca Nacional.

Estão expostos 130 documentos, entre os quais a carta original de abertura dos portos, as diversas representações iconográficas de D. João, imagens do Rio do século XIX, entre outros.


Outras informações:
Local: Centro Cultural da Justiça Federal: Av. Rio Branco, 241 Galerias do térreo e do 1º andar

De 11/12/2008 a 25/01/2009, terça a domingo, das 12 às 19h.

REPORTAGENS DA RTP SOBRE A ENTREGA DO PRÉMIO DO CLP AO ESCRITOR LOBO ANTUNES

-ver as reportagens da RTP aqui e aqui.

domingo, 28 de dezembro de 2008

SUPLEMENTO CULTURAL AGORA É PONTO COM

CONHEÇA A INOVAÇÃO DE SEU SUPLEMENTO CULTURAL

Programação Zigue Zague 2009



Desfiles incríveis - Imagens de desfiles disparam comentários de pesquisadores e diálogo com o público

Conversas transversais - Convidados comentam relações, intersecções, aproximações e deslocamentos entre arte e moda

Oficinas transitivas – Trânsito entre linguagens produzem breves trajetórias de criação. Nesta edição, a matéria-prima é mote para atividades que exploram técnicas de modelagem, desenho e escultura para experimentações em acessórios e vestíveis
Número de participantes: 20

Vídeo-situações têxteis - Mostra de vídeos com curadoria do artista f.marquespenteado que reúne trabalhos de brasileiros e internacionais em sessões com diferentes eixos nas quatro tardes do evento


Data: 17 a 20 de Janeiro de 2009
Local: Auditório e ateliê do MAM – Museu de Arte Moderna de São Paulo. Parque do Ibirapuera

Inscrições: 05 a 16 JAN
Gratuitas para Desfiles incríveis, Conversas transversais e vídeo-situações têxteis

Taxa de R$10 para oficinas transitivas

Vagas limitadas
Inscrições na hora do evento sujeitas a disponibilidade de vagas

Informações no site www.mam.org.br
e no blog http://ziguezagueblog.blogspot.com


Programação

17 JAN – SÁBADO
AUDITÓRIO
10h30 – ABERTURA

AUDITÓRIO
11hs - CONVERSA TRANSVERSAL
O têxtil e as artes visuais: galerias, passarelas e cidadãos. Comentários:Fernando Marques Penteado (cronista e artista visual).
Mediação: Cristiane Mesquita (pesquisadora de moda) e Lílian Alves (estilista)

AUDITÓRIO
14hs – vídeo-situações têxteis
Visões têxteis contemporâneas I - f. marquespenteado/ Ernesto Neto/ Jarbas Lopes/ Lino Villaventura/ Karen Harley/ Luiz Hermano/ Laura Lima.

Artistas atuantes nas artes visuais brasileiras que processam seus trabalhos em intimidade com suportes têxteis. As pesquisas que serão apresentadas nos vídeos vão desde trabalhos em comunidades por entre oficinas de bordados como no caso de f. marquespenteado e seus projetos em penitenciárias masculinas, ou o trabalho de Jarbas Lopes em suas disputas cívicas e debate sobre a bio-política do corpo, passam pela estética da fibra têxtil que constrói com meros nós espaços monumentais como no caso dos monumentos auto equilibrados de Ernesto Neto, ou maravilhas artesanais como no trabalho de Lino Villaventura, e chegam até as tecnologias do corpo performático, corpo que experimenta apêndices e amarras onde o têxtil é contemporaneamente elemento comunicante e alicerce, como nos trabalhos de Laura Lima

ATELIER
14H – OFICINA TRANSITIVA
Novos costumes, também quero pra mim - Experimentação de modelagens em vinil baseadas no trabalho Novos costumes, apresentado pela artista na Bienal de 2006
Laura Lima (artista plástica)


18 JAN – DOMINGO
AUDITÓRIO
11hs – DESFILES INCRÍVEIS
Matéria prima: memória e outros enredos - Reinaldo Lourenço SPFW verão 2009 + Melk Zda Fashion Rio verão 2009 + OEstudio SPFW verão 2009. Comentários:Rita Andrade (historiadora e autora de biografias das roupas) e Cláudia Garcia Vicentini (pesquisadora têxtil). Mediação: Eduardo Motta (consultor de moda)

ATELIER
11HS – OFICINA TRANSITIVA
Inventando moda – criação de fantasias para crianças a partir de materiais diversos.
http://atelierzigzag.wordpress.com/ Atelier Zigzag (da figurinista Silvia Moraes) -
OBS:para crianças de 04 a 09 anos

AUDITÓRIO
14hs – vídeo-situações têxteis
Visões têxteis contemporâneas II - David Littler/ Fiona Kirkwood/ Christopher Pearson/ Hetain Patel/ Miranda Whall/ Linda Florence/ Leora Farber

Artistas internacionais que experimentam o têxtil por entre sua infinita capacidade de significar. Os trabalhos vão desde experimentos vídeo-sensíveis que disputam as noções dos elementos decorativos como é o caso de Christopher Pearson e sua inquietante parábola digital orientada para efeitos decorativos, ao lado dos experimentos de Miranda Whall com suas perturbadoras animações-papéis-de-parede, performances que se apropriam do conteúdo das padronagens universais para dissemina-las em novas plataformas como nos trabalhos de Linda Florence em tablados cobertos de motivos têxteis aplicados com açúcar branco granulado por sobre onde uma valsa tem lugar, ou o trabalho de Hetain Patel em pintura de henna corporal aonde o artista, sobre o seu próprio corpo, recebe e contemporaneamente copia-em-espelho, um padrão que lhe é desconhecido, e chegam aos projetos vivenciais onde as comunidades narram suas vidas e suas fábulas, narrativas entretecidas à história do têxtil, como no caso de David Littler na Inglaterra e o de Fiona Kirkwood na África

ATELIER
14H – OFICINA TRANSITIVA
A-sensórios - Criação de acessórios bio-inspirados e experimentações sensoriais
Juliana Bertolini (designer) - http://www.julianabertolini.com
OBS: OS INSCRITOS NA OFICINAA-sensórios DEVERÃO TRAZER MATERIAL DE DESENHO DE SUA PREFERÊNCIA E KIT COSTURA


19 JAN – SEGUNDA
AUDITÓRIO
11hs– CONVERSA TRANSVERSAL
Curadorias em têxteis e vestíveis. Comentários: Gláucia Amaral (curadora) e Adélia Borges (jornalista e curadora de design)
Mediação: Rosane Preciosa (pesquisadora de moda e design)

AUDITÓRIO
14hs – vídeo-situações têxteis
Eminências têxteis brasileiras: de Lygia Clark a Bispo do Rosário - Lygia Clark/ Letícia Parente/ Ana Maria Maiolino/ Miguel Przewodowski & Helena Martinho da Rocha/ Hugo Denizart/ Kátia Maciel/ Karen Harley

Nesta sessão o têxtil brasileiro se faz histórico: artistas, de eruditos aos mais incomuns, afinam suas obras nas cordas e ressonâncias do universo têxtil.
Vídeos documentais nos aproximam de obras inquietantes (Kátia Maciel revive Hélio Oiticica, Karen Harley edita os diários gravados de Leonilson), ou mesmo nos dão a oportunidade de testemunhar artistas que, em primeira pessoa, narram seus processos e visões (Artur Bispo do Rosário dentro da cobertura inspirada de Hugo Denizart, Ana Maria Maiolino em elegia à sua terra natal e seus diários, Lygia Clark aplicando seu método e seus instrumentos têxtil-sensíveis). Por outro lado, vídeos autorais nos ensinam que a dinâmica da arte contemporânea já se encontrava incrustada desde há décadas, tão bem fica demonstrado na eficaz e inspirada obra em vídeo de Letícia Parente

ATELIER
14H30 - OFICINA TRANSITIVA
Árvore genealógica: modelagens e estampas de nossas histórias - Experimentação com desenhos, colagens, textos e memórias
Fernando Marques Penteado (cronista e artista visual)


20 JAN – TERÇA
AUDITÓRIO
11hs – DESFILES INCRÍVEIS
Desfiles em estado de arte: wearable e outras derivas. Como viver sem dor - exposição Modos da Moda/1992 (Comevestiveis: Rochelle Costi, Nina Moraes e Neka Menna Barreto + Vertigo: Luciana Azanha + Polyester: Carlos Christofani + Lucia Koch + os Acessoristas: Rochelle Costi) + Gareth Pugh - primavera/verão 2007 / Maison Martin Margiela -primavera/verão 2009. Comentários: Liana Bloisi (consultora de design e estilo) e Lali Krotoszynski (coreógrafa e performer) - http://www.bodyweave.net Mediação: Karlla Girotto (estilista)

AUDITÓRIO
14hs – vídeo-situações têxteis
Visões têxteis contemporâneas em performance - Linda Florence/ Laura Lima/ Hetain Patel/ Christine Ellison aka Polly Fibre/ Jarbas Lopes/ Jum Nakao
É nesta fusão inquietante entre o artista, seu corpo e sua fantasia espacial aonde o têxtil recria os territórios os mais inusitados. Os vídeos desta sessão expõem a platéia à leituras do têxtil enquanto movimento: os artistas visitam desde o singelo cotidiano caseiro da costura, como na irreverente leitura da costureira e seus instrumentos na performance de Polly Fiber, até as incessantes migrações poéticas das padronagens entre povos, aonde o têxtil é amálgama cênico (Hetain Patel e Linda Florence).
Os resultados visuais estarão, entretanto, contaminados de tecnologia digital, de sonhos românticos, seguidos de intensos mas muito intensos frenesis (em especial Polly Fiber , Laura Lima e Jum Nakao)

ATELIER
14H OFICINA TRANSITIVA
Trama da semana - Criação coletiva de veste-escultura a partir de refugo de material impresso da SPFW
Teresa Berlinck (artista plástica) - http://cozinhacultural.blogspot.com // http://meulivrodela.blogspot.com

MAM
Parque do Ibirapuera, portão 3 - s/nº
São Paulo - SP - Brasil
04094-000
Tel.: (11) 5085-1300
Fax: (11) 5085-2342

Horários
terça a domingo e feriados das 10h às 18h

Entrada: R$5,50

Meia entrada para estudantes, mediante apresentação da carteirinha
Gratuidade para menores de 10 e maiores de 65 anos, sócios do MAM e funcionários das empresas parceiras
ENTRADA GRATUITA AOS DOMINGOS

Lançamento de novas Publicações da ABL

A Academia Brasileira de Letras promoveu, no dia 16 de dezembro, terça-feira, às 16h, o lançamento de suas novas publicações. Entre as novidades, figura a "Correspondência de Machado de Assis (1860-1869)" ─ Tomo I, coordenada pelo Acadêmico Sergio Paulo Rouanet.

Além da "Correspondência de Machado", a Academia entrega ao mercado editorial mais cinco obras: o "Dicionário Machado de Assis", de Ubiratan Machado; "Esaú e Jacob", de Machado de Assis ─ Edição fac-similar do manuscrito; "Dificuldades da Língua Portuguesa", de M. Said Ali; "Curiosidades Verbais", de João Ribeiro, sob direção do acadêmico Evanildo Bechara; e a 5ª edição de "Ouvrages brésiliens traduits en français"/Livros brasileiros traduzidos para o francês, uma co-edição com a Fundação Biblioteca Nacional, organizada por Estela dos Santos Abreu.

Segundo Ubiratan, “O Dicionário Machado de Assis reúne cerca de dois mil verbetes referentes à biografia e à bibliografia do escritor carioca, abrangendo todos os fatos e episódios conhecidos, e alguns inéditos, de sua vida privada, profissional e literária, pseudônimos utilizados, doenças, viagens, residências, levantamento de amigos e inimigos, e o registro de suas obras, com o acréscimo de mais de cem itens não relacionados na Bibliografia de Machado de Assis, de J. Galante de Sousa”.


Publicações:

- Correspondência de Machado de Assis (1860-1869). Tomo I.
Coordenação do Acadêmico Sergio Paulo Rouanet e pesquisa de Irene Moutinho e Sílvia Eleutério. Co-edição ABL e Fundação Biblioteca Nacional

- Dicionário Machado de Assis, de Ubiratan Machado
- Esaú e Jacob, de Machado de Assis. Edição fac-similar do manuscrito

Na mesma ocasião, da área de lexicografia e lexicologia, sob direção do Acadêmico Evanildo Bechara:

- Dificuldades da Língua Portuguesa, de M. Said Ali
- Curiosidades Verbais, de João Ribeiro

E, na sua 5ª edição, organizada por Estela dos Santos Abreu:

- Ouvrages brésiliens traduits en Français / Livros brasileiros traduzidos para o Francês
Co-edição ABL e Fundação Biblioteca Nacional

ABL encerra suas atividades em 2008


A Academia Brasileira de Letras chegou aos seus 111 anos deixando 2008 marcado na memória de todos como um ano de celebrações à cultura e à literatura brasileira. Seminários, Exposições e Ciclos de Conferências fizeram parte da programação da ABL no Ano Nacional Machado de Assis, que também celebrou os 200 anos da Chegada da Corte Portuguesa ao Brasil e o Centenário de Nascimento de João Guimarães Rosa.

Dirigida pelo Acadêmico Cícero Sandroni, a Academia Brasileira de Letras através da abertura de suas portas, também virtuais, para a sociedade, pôde acrescentar cultura e levantar assuntos de interesses gerais como os debatidos em seus seminários.

Reeleito, o Presidente Cícero Sandroni anunciou que 2009 será o "Ano Euclides da Cunha na ABL", em homenagem ao centenário de morte do autor de "Os sertões". A Academia também pretende expandir as atividades literárias no próximo ano por meio dos recursos tecnológicos, como a Internet.

A ABL entra em recesso no dia 19 de dezembro e volta às suas atividades no dia 5 de janeiro de 2009. Nesse período, os sistemas ABL Responde e Consulta ao Acervo das Bibliotecas da ABL estarão indisponíveis.

sábado, 27 de dezembro de 2008

SUPLEMENTO CULTURAL AGORA É PONTO COM

CONHEÇA A INOVAÇÃO DE SEU SUPLEMENTO CULTURAL

Biblioteca Hilda Hilst - Centro Cultural Brasil - República Dominicana

Em janeiro de 2009, será inaugurado o Centro Cultural Brasil - República Dominicana, da Embaixada do Brasil em São Domingos. Além da Biblioteca Hilda Hilst, contamos com várias salas de aulas (para cursos de Língua Portuguesa e Cultura Brasileira), Salas Glauber Rocha, Tarsila do Amaral e Anita Malfatti (para projeções e exposições), Cozinha Adélia Prado (para aulas de culinária brasileira), Jardim Vinicius de Moraes, Café Machado de Assis, entre outros
espaços.

Nesse momento, pedimos colaborações a escritores e editores brasileiros para o nosso acervo, que está começando a se formar. Os interessados em doar livros, revistas, jornais, CDs, DVDs podem enviá-los para:

Cristiane Grando - Diretora
Biblioteca Hilda Hilst - Centro Cultural Brasil - República Dominicana
Calle Hermanos Deligne, 52 - Gazcue - Santo Domingo
REPÚBLICA DOMINICANA

Prof.a Dr.a Cristiane Grando
Diretora do Centro Cultural Brasil - República Dominicana
Professora Convidada na Universidad Autónoma de Santo Domingo - UASD
http://www.letras.s5.com/archivogrando.htm
http://dominico-brasilero.blogspot.com/

As 1000 pessoas mais criativas de 2009

UM JÚRI DE PRESTÍGIO AJUDARÁ O TALENT SEEKERS A DESCOBRIR AS 1000 PESSOAS MAIS CRIATIVAS DE 2009


O coletivo de artistas Sanesociety.org organizou um concurso internacional para descobrir e promover as pessoas criativas mais proeminentes nos seus respectivos campos. Para isso, o TALENT SEEKERS, que é como se denomina o projeto, criou o site www.talentseekers.net no qual consiste em que os próprios sócios escolham a cada ano os 100 autores / artistas mais populares em cada uma das 10 categorias que constam no concurso:

. Fotografia.
. Pintura, desenho, gravura.
. Arte Digital, net art.
. Cinema, vídeo, animação.
. Escultura.
. Música.
. Literatura, filosofia, jornalismo.
. Instalações, performance art.
. Web designer, designer gráfico.
. Categoria livre.

As votações do público terão início no dia 1º de janeiro e terminarão em 31 de dezembro de 2009. Será então, em janeiro de 2010, quando um júri de peritos determinará a posição que ocuparão os artistas em cada um dos 10 rankings em função da qualidade, sendo um total de 1000 os autores selecionados. Não se julgará uma única obra, mas todos os trabalhos apresentados por cada autor ou autora, na sua própria página web. Esse processo culminará com uma extensa campanha publicitária para promover internacionalmente os vencedores. Os prêmios que serão entregues e foram doados pelos patrocinadores do concurso, ainda deverão ser determinados.

Durante os primeiros dois meses desde que o projeto foi anunciado,
registraram-se mais de 2.000 artistas, músicos e escritores de 69 países. Dada
a preocupação que alguns manifestaram quanto à eventual cobrança de uma quota
de sócio, a organização garante que os 10.000 primeiros autores registrados
adquirirão o direito de participação gratuita e premanente. Nas palavras do
seu diretor, Arturo Tirador, o 'TALENT SEEKERS não tem fins lucrativos e não
está nos nossos planos introduzir um sistema de quotas. Se colocamos um limite
para o serviço gratuito de 10.000 artistas é porque estamos atualmente à
procura de envolvimentos para o projeto, ou seja, de um parceiro estratégico
e, por isso, não sabemos qual é a posição de uma suposta nova direção. A minha
intenção, obviamente, é cobrir os nossos custos operacionais exclusivamente
através de patrocínios, de modo que o dinheiro não seja em nenhuma hipótese um
fator de impedimento e, assim, atingir o maior nível de participação possí
vel.'

É particularmente surpreendente a qualidade do júri, que apesar de ser um
projeto que acaba de nascer, já possui profissionais de excelente nível, como
Rafael Reverter, fundador das duas emissoras de rádio de música mais
importantes da Espanha (40 Principales e Cadena 100), Jimmy Destri, membro
fundador da lendária banda americana Blondie ou o produtor canadense John
Dimon, vencedor de um Emmy e produtor de programas de televisão muito
conhecidos como "Stars of tomorrow". A lista dos jurados de TALENT SEEKERS
inclui importantes gestores culturais, galerias de arte, revistas, emissoras
de rádio, centros de educação, empresas discográficas, publicitários,
editoras, escritores, artistas, músicos, coreógrafos, cineastas, e assim por
diante.

Um dos principais objetivos do TALENT SEEKERS é incentivar a colaboração entre
as diversas organizações culturais e meios de comunicação, facilitando assim a
expansão das suas respectivas audiências. Daí a importância de se ter uma
forte representação de todos os setores. Incluímos, logo abaixo, uma lista
completa dos jurados, embora estamos esperando, previsivelmente, que se unam a
nós ainda dezenas de novos profissionais nos próximos meses.

. Adriana Ruiz - Editorial Magdala (Argentina)
. Alberto Cereijo - Los Suaves, ECO (Espanha)
. Arturo Tirador - Sanesociety.org (Espanha)
. Carlos Guerrero - Arteinformado.com (Espanha)
. Carol Contreras Suárez - Rede Nacional de Estudantes de Literatura & Afins -
REDNEL Colombia (Colômbia)
. Casto Solano (Espanha)
. Cecilia Estalles - Fundação ph15 (Argentina)
. Cintia Marcela Scianna - interstizi magazine (Itália)
. Claudio Gallego Ruiz - Artedinámico.com (Colômbia)
. Daniel Battiston - Revista El Margen (Argentina)
. Dario Arnaez - Cryo64 (Estados Unidos)
. Elaine Pauvolid - Aliás, revista eletrônica de cultura (Brasil)
. Fernando Barrionuevo - MECA - Mediterrâneo Centro Artístico (Espanha)
. Francesc Verdera - Picap, S.L. (Espanha)
. Gabriela Cravioto - Academia de Artes Visuais (México)
. Gachi Prieto - Gachi Pietro Gallery - Contemporary Latin American art
(Argentina)
. Gene Perla - P.M. Records (Estados Unidos)
. Giancarlo Bruschini - AutoriOnline (Itália)
. Gorka Vazquez Fernandez - bivafego (Espanha)
. Guillermo Cuello - Equipe GC de investigação IUNA (Argentina)
. Gustavo Ortiz - Estacionpoetas (Colômbia)
. Hildegard Unterweger - Kunstforum Montafon Bereich Aktionskunst (Áustria)
. Horcon Boga - Manticore (Espanha)
. Hugo Santander - First Film Productions (Colômbia)
. Issa Martínez Llongueras - Palavras Diversas (México)
. Jimmy Destri - rock band Blondie (Estados Unidos)
. Johannes - noticiasypunto (Alemanha)
. John Dimon - Diamond Entertainment (Canadá)
. Jordi Sabatés (Espanha)
. Jorge Dávila - Sala Rockstar San Sebastian (Espanha)
. Jose Ramon Cortes - Infocreativos.es (Espanha)
. Laura Islas - Revista etcétera (México)
. Lucas Karrvaz - Instituto Rural de Arte (Espanha)
. Luciano Somma (Itália)
. Luigi Spano' (Italia)
. Luis Arias Manzo - Movimento Poetas do Mundo (Chile)
. Luis E. Prieto Vázquez - Rede Mundial de Escritores em Espanhol: REMES
(Espanha)
. Mar Cel Bangerter - xradiostage.com (Suíça)
. Marco Coraggio - GenomART arte digital contemporânea (Itália)
. Marie Anderson - Sane Society (Suécia)
. Mário Carabajal - Academia de Letras do Brasil (Brasil)
. Massimo Cremagnani - capitolouno (Itália)
. Mauricio Nava - SteicH Dança Multidisciplinar (México)
. Nacho Fernandez - Literaturas.com (Espanha)
. Nelson Medina - Publicistas.org / Revolutionart International Magazine (Perú)
. Nicolas Guerrieri - Oid Mortales Records (Argentina)
. Norma Segades Manias - Gazeta Literária Virtual (Argentina)
. Nestor Zonana - Pabellon 4 Arte Contemporâneo (Argentina)
. Oscar Alejandro Huerta Centeno - Revista almargen.net (México)
. Paolo Redaelli - Viceversa (Itália)
. Paul Fantin - Art Mix Gallery (Bélgica)
. Paulo Monti - Revista Literária Paralelo 30 (Brasil)
. Pedro Granados (Perú)
. Petter Jahnstedt - Zero Magazine (Suécia)
. Rafael Revert - Futura Networks (Espanha)
. Raúl Cerezo - Escorto (Espanha)
. Robby Beyer - Supreme Chaos Records (Alemanha)
. Sergio Junqueira Arantes - Revista Eventos (Brasil)
. Thomas Gerwers - ProfiFoto (Alemanha)
. Ton Luiting - Concept DiGiTaal (Países Baixos)
. Vincent Teubler - gogofrog (Austrália)
. Volkmar Mantei - Webseite für erregende Musik (Alemanha)
. Walter Benessi - MediaNetwork (Argentina)
. Winfried Hanuschik - crescendo - das KlassikMagazin, Verlag Port Media GmbH
(Alemanha)
. Xavier van Leeuwe - Lava (Países Baixos)

sexta-feira, 26 de dezembro de 2008

SUPLEMENTO CULTURAL AGORA É PONTO COM

CONHEÇA A INOVAÇÃO DE SEU SUPLEMENTO CULTURAL

"22 Olhares sobre 12 Palavras"

"22 Olhares sobre 12 Palavras"
prefaciada por José António Barreiros
apresentação a cargo de Jorge Castro



Esta obra é um verdadeira exercício de escrita criativa que após o sucesso na blogosfera (embrionariamente no blogue "Eremitério") passa agora a livro; 22 autores ensaiam textos sobre grupos de 12 palavras, num conjunto de 5 ciclos.

Somada a qualidade da obra, perfeito reflexo do valor literário dos autores, também o ineditismo na estrutura criativa de edição, sobram motivos de orgulho para a edium editores. A publicação, coordenada por Conceição Paulino, Noronha Mattoso e Raquel de Vasconcelos (que também criou a capa do livro), vem prefaciada por José António Barreiros e cada um dos 5 ciclos é aberto com inscrições de António Rebordão Navarro.

MUSEU DA LÍNGUA PORTUGUESA

A exposição "Machado de Assis: Mas este capítulo não é sério" em homenagem ao centenário da morte desse grande escritor brasileiro tem como objetivo desfazer a concepção de autor clássico com obras para leitura obrigatória ao vestibular. "Machado de Assis é muito mais divertido que a obrigatoriedade. Essa é a mensagem que queremos passar aos visitantes", afirma o curador Vadim Nikitin, que divide o cargo com Cacá Machado e conta com a consultoria de José Miguel Wisnik.

Ao entrar no museu, o visitante tem a impressão de fazer parte de um livro. Dividido em capítulos, o primeiro corredor da exposição apresenta as muitas facetas de Machado de Assis, de acordo com suas principais obras. "Entre tópicos estão sua face jornalista, suas musas e seu principal enredo: a escravidão. Há também um capítulo reservado para a sandice e a loucura", afirma Nikitin.

No fim do primeiro corredor, o público passa por uma ´biblioteca cinema´ que transmite trechos de obras do autor lidos por diversas personalidades. Já no segundo corredor, há uma cronologia da vida de Machado de Assis. O espaço desemboca em uma sala de leitura, onde as pessoas são convidadas a pegar um dos 400 livros disponíveis e ler a vontade como se estivessem em uma biblioteca.

A mostra foi prorrogada até o dia 1º de março de 2009.


De terça a domingo, das 10h às 17h, na Praça da Luz, s/nº - Centro, São Paulo-SP
Informações: (11) 3326-0775 - www.estacaodaluz.org.br/

quinta-feira, 25 de dezembro de 2008

SUPLEMENTO CULTURAL AGORA É PONTO COM

CONHEÇA A INOVAÇÃO DE SEU SUPLEMENTO CULTURAL

É A CRISE?


Carlos Mann fecha editora Opera Graphica e vende a loja Comix

A assessoria de imprensa da Comix Book Shop, anunciou que Carlos Mann vendeu a loja. A partir do dia 1º de janeiro o famoso comic shop, que é responsável pela Fest Comix, passará a ser administrado por Camilo Reis Rodrigues, Camilo José de Freitas Rodrigues e Ricardo Jorge de Freitas Rodrigues. Além disso a editora Opera Graphica, que iniciou as operações em 1998, deixará de existir.

Para marcar a despedida da editora, a Opera informa que está lançando três novos álbuns: Desenhando Anatomia – Animais, Príncipe Valente Vol. XX e Fantasma – O Espírito que Anda. A Comix, que fica na Al. Jaú, 1998, bem próximo da Av. Paulista, em São Paulo.




quarta-feira, 24 de dezembro de 2008

FELIZ NATAL

O SEU SUPLEMENTO CULTURAL DESEJA A TODOS OS LEITORES, PARCEIROS, AMIGOS E COLABORADORES UM FELIZ NATAL




Corvo

Corvo

Rui Lage


nº de páginas: 80

Rui Manuel Amaral do CLP recomenda

"Declaração de interesses: sou amigo do autor. Ora, mesmo correndo o risco de estar a violar alguma espécie de lei das incompatibilidades, não posso deixar de recomendar a última obra de Rui Lage, “Corvo”. Este é simplesmente o mais belo livro de poemas que li em 2008. Um olhar duro e acutilante do Portugal dos nossos dias. Um país que voltou as costas a si próprio, em nome de uma falsa modernidade e de uma ideia de progresso que não passa, como é sabido, da mais pura ficção. “Corvo” é um retrato brutal de nós mesmos, temperado com uma delicadíssima dose de humor e ironia que o tornam verdadeiramente singular. Um exemplo":


AS ÚLTIMAS ALDEIAS
Tão curta visita
ó pais domingueiro
do verso cosmopolita:
amanhã também te vais
quem ficará para tocar
o gado por esses montes,
travar a fome das silvas
a bocarra dos matagais,
quem salvo gatunos
de mochilas com vontade
ao recheio de molduras,
lustres, santos de altar,
incensórios, castiçais,
até que o cerco do mato
rasure dos mapas a placa
como dos trilhos faz tempo
o chiar do carro de bois?



Rui Manuel Amaral nasceu no Porto, em 1973, cidade onde vive. É coordenador literário da revista aguasfurtadas. Caravana é o seu primeiro livro. Colabora no blogue Dias Felizes e é também baterista da banda rock The Jills.




lançamento da

Espaços da Fundação Cultural têm horários especiais nos feriados

Em função dos feriados de final de ano, alguns espaços da Fundação Cultural de Curitiba terão horários diferenciados. Confira o que abre e o que fecha.

CINEMATECA (Rua Carlos Cavalcanti, 1.174 – São Francisco) – Dias 31/12/2008 e 1º/01/2009, Fechada.

CINE LUZ – (Rua XV de Novembro, 822 – Centro) - Dias 31/12/2008 e 1º/01/2009, Fechado.

ÓPERA DE ARAME E PEDREIRA PAULO LEMINSKI (Rua João Gava, s/n – Pilarzinho) – Aberto das 8h às 22h.

TEATRO UNIVERSITÁRIO DE CURITIBA – TUC (Galeria Júlio Moreira) – Fechado de 24 a 31. Reabre dia 06/01/09.

TEATRO DA MARIA (Casa da Leitura – Rua Batista Ganz, 477 – Parque Barigüi) – fechado do dia 24 ao dia 04 de janeiro.

TEATRO DO PIÁ – (Praça Garibaldi, 07 – Setor Histórico) – Fechado.

TEATRO NOVELAS CURITIBANAS (Rua Carlos Cavalcanti, 1.222 – São Francisco) – Fechado.

MEMORIAL DE CURITIBA (Rua Claudino dos Santos, 79 – Setor Histórico) – Aberto dias 23, 24 até às 12h; dia 25, fechado; 26, 27 e 28 horário normal. Dia 29, fechado; 30 aberto e 31 até às 12h. Dia 1° fechado, dias 02, 03 e dia 04 aberto, horário normal.

CASA ROMÁRIO MARTINS (Largo da Ordem, 30 – Setor Histórico) – Fechado.

MUSEU DE ARTE SACRA DE CURITIBA – MASAC (Largo da Ordem, anexo à Igreja da Ordem) – Aberto de 22 a 30 – 9h às 14h. Fechado dias 25 e 31.

CASA CULPI – MEMORIAL DA IMIGRAÇÃO ITALIANA (Av. Manoel Ribas, 8.450) Aberto de 26 a 30 – 9h às 15h. Fechado dias 24, 25, 26 e 31.

MEMORIAL POLONÊS – Bosque do Papa – Aberto de 22 a 30 – 9h às 14h. Fechado dias 25 e 31.

MEMORIAL UCRANIANO – Parque Tingüi – Aberto de 22 a 30 – 9h às 14h. Fechado dias 25 e 31.

MUSEU DA FOTOGRAFIA CIDADE DE CURITIBA (Centro Cultural Solar do Barão – Rua Carlos Cavalcanti, 533 – Centro) – Aberto 22,23 29 e 30. Fechado 24, 25 e 31

MUSEU DA GRAVURA CIDADE DE CURITIBA (Centro Cultural Solar do Barão – Rua Carlos Cavalcanti, 533 – Centro) – Aberto dias 22, 23 e 29 e 30. Fechado 24, 25 e 31,01

ESPAÇO CULTURAL FRANS KRAJCBERG (Jardim Botânico – Rua Eng°. Ostoja Roguski, s/n) – Fechado a partir do dia 24, para obras de manutenção.

CASA HOFFMANN (Rua Claudino dos Santos, 58 – Setor Histórico) – aberto dias 22 e 23/12. Fechada de 24/12 a 01/01.

PALACETE WOLF (Praça Garibaldi, 7 – Setor Histórico) – endereço que abriga a Feira do Poeta e a Livraria Dario Vellozo – Fechado de 24/12 a 01/01.

GIBITECA (Centro Cultural Solar do Barão – Rua Carlos Cavalcanti, 533 – Centro) – Fechada de 24/12 a 01/01

CASA DA LEITURA MANOEL CARLOS KARAM (Rua Batista Ganz, 477 – Parque Barigüi) – Fechada de 24/12 a 01/01

CENTRO DE CRIATIVIDADE DE CURITIBA (Parque São Lourenço) Dias 23, 29 e 30/12 - Aberto das 8h30 às 12h e das 13h30 às 18h30. Fechado Dias 24, 25, 26, 31.12 e 01.01.

BONDINHO DA RUA DAS FLORES – Fechado

CONSERVATÓRIO DE MPB DE CURITIBA (Rua Mateus Leme, 66 – Setor Histórico) – Fechado 24 a 28.12 e de 31a 04/01

TEATRO PAIOL (Praça Guido Viaro, s/n – Prado Velho) – Fechado.

TEATRO CLEON JACQUES - (Centro de Criatividade de Curitiba – Parque São Lourenço) – Fechado.

Premio Clube Literário do Porto - 4ª edição


O Prémio Clube Literário do Porto, 4ª edição, este ano de 2008, no valor de €25.000,00, vinte e cinco mil euros, será atribuído ao escritor António Lobo Antunes.

O prémio anual do Clube Literário do Porto, é atribuído nos termos do respectivo regulamento, por concurso de ideias e sugestões, visando galardoar o autor que mais criatividade teve na narrativa e ficção.

O Prémio será entregue em cerimónia pública, no Clube Literário do Porto, no dia 27 de Dezembro, às 22:00h.

terça-feira, 23 de dezembro de 2008

SUPLEMENTO CULTURAL AGORA É PONTO COM

CONHEÇA A INOVAÇÃO DE SEU SUPLEMENTO CULTURAL


A História da Maratona de Prabhupada

“Todos os Distribuidores de Livro
Irão de Volta ao Supremo”



por Madhava Smullen


Talvez o surpreenda saber que, com mais de 464 milhões de cópias vendidas desde 1965, os livros de Srila Prabhupada alcançaram mais almas do que os livros do best-seller Stephen King, que começou sua carreira aproximadamente na mesma época. Hoje, eles já venderam mais cópias até mesmo do que a série bem-sucedida e recordista de vendas Harry Potter – um feito extraordinário em se tratando de livros concernentes a uma filosofia espiritual relativamente nova para o mundo ocidental. Como? Neste natal, lembre-se de que a Maratona de Prabhupada, realizada todo mês de dezembro, é um dos principais fatores.

leia mais em








Programação de Cinema - Curitiba

De 26 de dezembro de 2008 a 1º de janeiro de 2009

Domingo, dia 28 de dezembro – ingresso a R$1,00

Dias 31/12/2008 e 1º/01/2009, não haverá sessão


CINEMATECA - Sala Groff Rua Carlos Cavalcanti nº 1.174 / fone (41) 3321-3270 (De segunda a sexta-feira, das 9h às 12h e das 14h às 18h30) e (41) 3321-3252 (diariamente, das 14h30 às 21h) – Ingressos a R$ 5 e R$ 2,50 (estudantes). Gratuito para pessoas com idade a partir de 60 anos. www.fccdigital.com.br


O CINEMA DE VALÊNCIO XAVIER

De 26 a 28 – sessões às 15h30 e 20h – Entrada franca

Programa I – classificação livre

Dia 26, sessão às 15h30 e 20h:

CARTA A FELLINI, 1979, retratação sensível e bem-humorada do universo mítico curitibano e seus ícones populares. – 11’.

RONES DUMKE, 1980, documentário sobre a obra mágica deste desenhista e pintor paranaense. – 7’

POTY, 1980, documentário sobre a trajetória e a arte da gravura do paranaense Poty Lazarotto, um dos principais do Brasil. – 5’30’’

PAINEL DO IGUAÇU, 1988, documentário sobre esta obra de Poty no Palácio Iguaçu no Centro Cívico em Curitiba. – 14’30’’

POSTUMA CRETÃ, 1980, produção de Valêncio Xavier, direção de Ronaldo Duque. Documentário sobre a morte do cacique guarani Ângelo Creta em circunstâncias estranhas, quando ele liderava a luta em defesa das terras da Reserva de Mangueirinha no Paraná. -10’.

Programa II – classificação 16 anos

Dia 27, sessão às 15h30 e 20h:

O CORVO, 1983, com Sola Barbosa, livre versão do famoso poema do americano Edgar Allan Poe, na tradução do poeta Reinaldo Jardim. Narração de Paulo Autran. - 12’.

O PÃO NEGRO, UM EPISODIO DA COLONIA CECILIA. 1994, com Francisco Nogueira, Lala Schneider, Luthero Almeida, Milton Camargo Jr., Sonia Moreno, Manoel Carlos Karam, Emilio Pitta, Lucio Weber. - Reconstutuição da experiência anarquista com dramáticos desdobramentos – por exemplo, a prática difícil do livre relacionamento de casais - implantada pelo italiano Giovanni Rossi em Palmeira, nos campos gerais do Paraná, entre 1889 e 1893. -37’.

A VISITA DO VELHO SENHOR, 1976, co-direção com Ozualdo Candeias, com José Maria Santos e Marlene Araujo – Metáfora em torno do sentimento passional trágico, a partir da adaptação de um conto gráfico de Poty Lazarotto publicado na revista Panorama. – 14’

Programa III – classificação livre

Dia 28, sessão às 15h30 e 20h:

OS ONZE DE CURITIBA – TODOS NÓS, 1995, filme sobre a via-crucis de um grupo de intelectuais , encarcerados pela ditadura militar em 1978, acusados de incutir marxismo em crianças numa pré-escola em Curitiba. – 55’.

FACES (EUA, 1968). Duração: 130’. Direção de John Cassavetes. Com John Marley, Gena Rowlands, Lynn Carlin, Fred Draper, Seymour Cassel, Val Avery. O filme relata a lenta dissolução do relacionamento de um casal, Richar e Maria Forst. - O cineasta Cassavetes é um destacado representante do filme de arte americano, conhecido em todo mundo pelas suas inovações de linguagem cinematográfica. Classificação 16 anos

Dias 29 e 30, sessões às 15h30 e 20h




PROGRAMAÇÃO

De 25 de dezembro de 2008 a 1º de janeiro de 2009

Domingo, dia 28 de dezembro – ingresso a R$1,00

CINE LUZ Rua XV de Novembro nº 822 / fone (41) 3321-3270 (De segunda a sexta-feira, das 9h às 12h e das 14h às 18h30) e (41) 3321-3261 (diariamente, das 14h30 às 21h). Ingressos a R$ 5 e R$ 2,50 (estudantes). Gratuito para pessoas com idade a partir de 60 anos. www.fccdigital.com.br

EM PARIS (Dans Paris – França/Portugal, 2006). Direção de Christophe Honoré, com Romain Duris, Louis Garrel, Joana Preiss. Mirko tem dois filhos: os jovens Paul e Jonathan. O primeiro é confuso e, o segundo, irresponsável. Paul sofre do mesmo tipo de depressão que levou sua irmã ao suicídio alguns anos antes. Ele vive com a namorada Anna, mas a relação está desgastada. Quando volta a morar com o pai, atinge o fundo do poço. Enquanto Jonathan vive aventuras românticas pela cidade, Paul se recusa a sair da cama e do quarto. Nem mesmo a insistência do pai e a visita da mãe o convencem. Mas uma noite ele finalmente sai e parte em direção a uma ponte sobre o rio Sena. – 93’

Classificação 14 anos

Sessão às 15h30

Dia 28, domingo - sessão às 17h30

Dias 31/12/2008 e 1º/01/2009, não haverá sessão

ENSAIO SOBRE A CEGUEIRA (Bilndness – Brasil/Canadá/Japão, 2008). Direção de Fernando Meirelles. Com Julianne Moore, Mark Ruffalo, Alice Braga. Adaptação cinematográfica do livro homônimo do escritor português José Saramago. O filme conta a história de uma inédita epidemia de cegueira, inexplicável, que se abate sobre uma cidade não identificada. Tal "cegueira branca" - assim chamada, pois as pessoas infectadas passam a ver apenas uma superfície leitosa - manifesta-se primeiramente em um homem no trânsito e, lentamente, espalha-se pelo país. Aos poucos, todos acabam cegos e reduzidos a meros seres lutando por suas necessidades básicas, expondo seus instintos primários. À medida que os afetados pela epidemia são colocados em quarentena e os serviços do Estado começam a falhar, a trama segue a mulher de um médico, a única pessoa que não é afetada pela doença. – 120’

Classificação 16 anos

Sessão às 17h30 e 20h

Dia 27, somente às 20h

Dia 28, domingo - sessão somente às 20h

Dias 31/12/2008 e 1º/01/2009, não haverá sessão

Pré-estréia:

NOSSA VIDA NÃO CABE NUM OPALA (BR/2008). Direção de Reinaldo Pinheiro. Com Leonardo Medeiros, Milhem Cortaz, Gabriel Pinheiro. Após sua morte o patriarca de uma família paulistana de classe média baixa passa a dar conselhos aos seus 4 filhos, em algumas aparições. Monk, o primogênito, assumiu as rédeas da família, que sempre viveu à sombra dos negócios do pai como ladrão de carros. Lupa também é ladrão de carros e se incomoda por ser preterido nas decisões mais importantes da casa. Magali é uma tímida e virtuosa instrumentista, que se contenta em dedilhar músicas bregas no órgão elétrico de uma churrascaria rodízio do bairro. Slide é o filho mais novo, que tem Monk como modelo de vida e sonha se tornar ladrão de carros, assim como seus irmãos. 104’. Classificação 14 anos

Dia 27, sábado - às 20h




O CINEMA DE VALÊNCIO XAVIER – EM MEMÓRIA

De 26 a 28 de dezembro de 2008

Na Cinemateca de Curitiba

Sessão às 15h30 e 20h

Entrada franca

Valêncio Xavier Niculitcheff, iniciador da Cinemateca de Curitiba, faleceu em 5 de dezembro último em Curitiba, aos 75 anos. Deixa a mulher Luci, os filhos Marcos e Ana, e netos. Ele era pesquisador, escritor, diretor de cinema, produtor e empreendedor. Foi também pioneiro da televisão no Paraná. Há toda uma geração de pesquisadores e cineastas no Paraná e no Brasil advinda das iniciativas de Valêncio Xavier na Cinemateca. Para reverenciar a sua memória, a Cinemateca organiza em três programas essa mostra dos seus filmes, incluindo Os Onze de Curitiba – Todos Nós, de 1995, obra emblemática do documentário brasileiro. Mas quando fez este filme, Valêncio já era também famoso escritor, conhecido nacionalmente por livros como O Mez da Grippe, obra inovadora da linguagem literária. Sua obra completa está editada pela Companhia das Letras. Dono de uma criatividade espantosa, ele sabia transitar com desenvoltura entre a linguagem sofisticada, e erudita, e a linguagem popular. Ele que também tinha recôndito talento para o desenho e a pintura, descobriu o cinema muito cedo, ainda garoto, vendo filmes na cidade de São Paulo, onde nasceu. Ele era de ascendência russa. No final da década de 1950 morou por bom tempo em Paris e descobriu a Cinemateca Francesa, ali se fartando dos grandes clássicos e de experimentos de linguagem. Sua experiência foi decisiva na criação da Cinemateca (então Cinemateca do Museu Guido Viaro) da Fundação Cultural de Curitiba/FCC em 1975. Ele foi trabalhar na FCC em 1973 pelas mãos do jornalista e crítico Aramis Millarch (1943-1992), então seu diretor executivo. A FCC já realizava ações de cinema, mas de forma esporádica. Coube a Valêncio unificar estas ações em local apropriado, introduzido a pesquisa e a documentação, acervo e preservação, formação cinematográfica, e difusão com sessões diárias, com atenção à história do cinema, à sua evolução e às novas tecnologias da imagem. São estas as linhas básicas que continuam norteando as ações da Cinemateca, cuja repercussão, logo nos primeiros anos, fez dela uma conceituada e respeitada instituição de cinema, com reconhecimento em todo o Brasil e no exterior.

segunda-feira, 22 de dezembro de 2008

SUPLEMENTO CULTURAL AGORA É PONTO COM

CONHEÇA A INOVAÇÃO DE SEU SUPLEMENTO CULTURAL


JOAQUIM



ESTARÁ FECHADO DE
23/12/2008 até dia 05/01/2008



domingo, 21 de dezembro de 2008

SUPLEMENTO CULTURAL AGORA É PONTO COM

CONHEÇA A INOVAÇÃO DE SEU SUPLEMENTO CULTURAL


Prosperidade em 42 dias


Prosperidade em 42 dias
de Humberto Pazian



Número de páginas: 144



Prosperidade em 42 dias, nova edição da Butterfly Editora de um grande sucesso de Humberto Pazian – médium, orador e escritor de sucesso –, descreve um método que já ajudou milhares de leitores a encontrar a realização pessoal.

LEIA EM





sábado, 20 de dezembro de 2008

O JOAQUIM VAI ABRIR NESTE SÁBADO


O JOAQUIM VAI ABRIR NESTE SÁBADO
das 10:00 às 13:00 horas

Aproveite e faça suas compras antes das férias
e do Natal



Leituras críticas sobre Leonardo Boff


Leituras críticas sobre Leonardo Boff
Juarez Guimarães (org.)


Coleção: Intelectuais do Brasil
Co-edição: Editora Fundação Perseu Abramo
208 páginas

Leituras críticas sobre Leonardo Boff reúne o maior esforço coletivo de reflexão sobre a obra deste pensador, no marco de seus 70 anos. Apreciado por leitores do mundo todo, é associado a um dos mais importantes movimentos da história milenar do cristianismo, a Teologia da Libertação, e encarna um princípio de esperança. Os textos aqui reunidos exploram diferentes facetas de seu vasto, profundo e complexo pensamento.


UM LANÇAMENTO


Parque São Lourenço tem shows musicais neste domingo

O músico Maurílio Ribeiro, o AVEduo e o grupo Combinado Silva Só são as atrações do programa Música nos Parques

Três shows musicais animam o Parque São Lourenço neste domingo (21), pelo programa Música nos Parques, desenvolvido pela Fundação Cultural de Curitiba. Às 11h, haverá apresentação do compositor Maurílio Ribeiro; às 14h, será a vez do AVEduo, formado por Viviana Mena e Andréa Bernardini; e às 17h, acontece o show do grupo de samba Combinado Silva Só.

O programa Música nos Parques é uma das atrações do verão em Curitiba. Até março de 2009, os parques da cidade serão palcos de apresentações musicais gratuitas, garantindo mais uma opção de cultura e lazer para a população.

Guitarrista, compositor e arranjador, Maurílio Ribeiro apresenta no programa Música nos Parques composições do seu primeiro CD solo. Carreador foi lançado em 2007, reunindo composições instrumentais próprias e de músicos consagrados no cenário nacional, como Toninho Horta. O CD Carreador tem participações de músicos renomados, como Dominguinhos, a flautista Léa Freire e o baixista Sizão Machado.

A dupla Viviana Mena e Andréa Bernardini apresenta o show AVE Criança, com músicas infanto-juvenis, de temáticas variadas, incluindo cantigas de roda, canções folclóricas e de tradição popular brasileira, canções indígenas e africanas. O AVEduo também apresenta músicas de seu repertório, com arranjos próprios para duas vozes femininas, violão e percussão.

O grupo Combinado Silva Só leva ao São Lourenço um espetáculo que mostra a nova safra de compositores de samba. O grupo tem a intenção de divulgar e popularizar o samba de raiz entre os jovens, considerando a importância desse gênero na cultura brasileira. No show são apresentadas doze músicas do repertório próprio do grupo, contemplando todas as variedades de sambas – partido alto, afro-sambas, samba de quadra, sincopados, marchinhas, entre outros.

Serviço:

Música nos Parques

Local: Parque São Lourenço

Data: 21 de dezembro de 2008 (domingo)

11h – Show Carreador, com Maurílio Ribeiro

14h – Show AVE Criança, com o AVEduo (Viviana Mena e Andréa Bernardini)

17h – Show Combinado Silva Só canta novos sambistas paranaenses

Entrada franca

sexta-feira, 19 de dezembro de 2008

O JOAQUIM VAI ABRIR NESTE SÁBADO


O JOAQUIM VAI ABRIR NESTE SÁBADO
das 10:00 às 13:00 horas

Aproveite e faça suas compras antes das férias
e do Natal

Causalidade e direção do tempo


Causalidade e direção do tempo - Hume e o debate contemporâneo
Túlio Aguiar


Coleção: Humanitas
177páginas

O tema deste livro é a investigação filosófica dos processos causais e sua repercussão na ciência e na vida cotidiana. Quando atiramos uma pedra em um lago de águas calmas, vemos a formação das características ondas concêntricas em expansão. Nós nunca observamos o processo inverso, em que as ondas se contraem e a pedra é expelida do lago. Este exemplo sugere que os processos causais têm uma direção e que ela tem a mesma direção do tempo – do passado para o futuro. Será isso uma mera coincidência? A direção do tempo explica a direção dos processos causais, ou seria o contrário? Na tentativa de responder a este tipo de questão, investigamos as noções de explicação causal, leis da natureza, rede causal, dependência probabilística e direção do tempo.


UM LANÇAMENTO