segunda-feira, 5 de novembro de 2012

14º JET WAVES WORLD CHAMPIONSHIP: LENZI VENCE A ETAPA E MAIXENT CONQUISTA O HEXACAMPEONATO



As disputas começaram na sexta-feira e terminaram neste domingo, na praia Norte, em Balneário Piçarras (SC). Na classificação geral, a presença do gaúcho Tiago Geitens e do baiano Bruno Jacob, quarto e quinto colocados, respectivamente.

 O francês Pierre Maixent conquistou neste domingo, o hexacampeonato no 14º Jet Waves World Championship (campeonato de manobras com jet ski nas ondas). Ele fez uma final equilibrada e emocionante com o catarinense Alessander Lenzi, de Jaraguá, do Sul, que venceu a etapa decisiva da competição, que começou na sexta-feira, na praia Norte, no Balneário Piçarras, em Santa Catarina.

Maixent que já havia vencido, a etapa de abertura em Portugal, terminado em segundo na França e quinto lugar nos Estados Unidos, encerrou a temporada com o sexto título e 75 pontos na classificação geral. O francês foi campeão em 2005, 2006, 2007, 2010, 2011 e 2012.

Lenzi e Maixent repetiram neste 14º Jet Waves World Championship, as finais das edições de 2009 e 2010. Em todas elas o brasileiro levou a melhor. As ondas não estavam altas neste domingo e os competidores tiveram muito trabalho para surfar e realizar as manobras. O brasileiro, que foi campeão geral em 2001, não tinha chances de conquistar o título esse ano, porque não disputou as três etapas anteriores. O bom público presente acompanhou várias disputas emocionantes. Na disputa do best jump (melhor salto), novamente a briga entre Maixent e Lenzi. O francês levou a melhor e venceu com um back flip superman.

Na classificação geral da etapa, o terceiro  lugar ficou o gaúcho Tiago Geitens, de Canoas, vencedor de 2011, que também teve excelente performance. Na classificação geral da competição ficou em quarto lugar, mesma posição obtida no ano passado.  O quinto colocado na classificação geral do campeonato foi o baiano Bruno Jacob, de Salvador. Pela primeira vez, dois brasileiros terminaram a temporada entre os cinco primeiros na classificação geral.

Na categoria amador, os argentinos dominaram. O título ficou com Heman Molina, que já competiu outras vezes no Brasil, seguido por seu compatriota Martin Gato. O terceiro colocado foi o catarinense Everardo Souza Júnior, de Florianópolis.

A classificação geral final do 14º Jet Waves World Championship ficou assim: 1. Pierre Maixent (França); 2. Zack  Brigth (Estados Unidos); 3. Jake Montadon (África do Sul); 4. Tiago Geitens (Brasil) e 5. Bruno Jacob (Brasil).

O resultado final da quarta e última etapa do 14º Jet Waves World Champíonship ficou sendo a seguinte: 1. Alessander Lenzi (Brasil). 2. Pierre Maixent (França) e 3. Tiago Geitens (Brasil).

O 14º Jet Waves World Championship teve a organização da  Federação de Esportes Radicais (FER). A supervisão é da International FreeRide WaterCraft Association (IFWA). O apoio foi da Prefeitura Municipal de Piçarras, Pronautica, BaliHai, Revista Náutica e Triefe Promoçôes, Jet Traction, Fly Board Oficial Brasil e Acatmar.

Mais informações no site: www.jetwaves.com.br

13ª edição do livro Verde Vale em Braille

Lançamento da Edição em Braille do Livro Verde Vale de autoria da renomada escritora blumenauense Urda Alice Klueger. Trata-se da publicação inédita da Fundação Cultural de Blumenau de um romance destinado às pessoas cegas.

A visitação às exposições poderá ser feita até o dia 30 de Janeiro de 2013, de terça-feira a domingo, das 10 às 16 horas. Visitas mediadas podem ser marcadas pelo telefone 3381 6176. A entrada é gratuita.



Serviço:

Noite Multicultural, com a abertura das exposições no MAB

Data: 8 de novembro  - quinta-feira

Horário: a partir das 19 horas


Local: Fundação Cultural de Blumenau

Fundação Cultural de Curitiba divulga resultado do Mecenato Subsidiado



 A Fundação Cultural de Curitiba divulga a relação dos projetos classificados e desclassificados na segunda etapa do processo de seleção do  Edital Mecenato Subsidiado para Iniciantes – 2012.
        O propósito do Mecenato Subsidiado é estimular o amplo conhecimento dos bens e valores culturais, utilizando os mecanismos de incentivo fiscal para promover projetos de criação, produção e difusão artística e cultural. Para isso, são contempladas as áreas de música, artes cênicas, audiovisual, literatura, artes visuais, patrimônio histórico, artístico e cultural, folclore, artesanato, cultura popular e demais manifestações culturais tradicionais. O valor máximo de cada projeto aprovado pelo Mecenato é de R$ 53,5 mil para os iniciantes. que têm o compromisso de apresentar contrapartida social.
             Os proponentes, pessoas físicas ou jurídicas, são domiciliados ou sediados em Curitiba, sendo obrigatória a comprovação de realização anterior de atividades vinculadas à área de enquadramento do projeto. É importante lembrar que a qualidade de "iniciante" decorre da ausência de divulgação do trabalho do proponente em qualquer formato de mídia, exceto a internet, além da não aprovação anterior de projetos no âmbito do Programa de Apoio e Incentivo à Cultura - Paic, englobando o Fundo Municipal da Cultura e o Mecenato Subsidiado.
Seguem os links com a lista dos resultados:

Vigilante lança primeiro álbum de Melody’s Echo Chamber




Projeto solo da francesa Melody Prochet, Melody’s Echo Chamber lança seu primeiro e já elogiado álbum esse ano. O disco homônimo tem sua produção assinada por Kevin Parker, da banda Tame Impala, convidado por ela para “bagunçar” um pouco suas belas composições. Em novembro esse trabalho chega ao Brasil pelo selo Vigilante (Deck).

As 11 faixas do álbum foram compostas por Melody e a gravação se dividiu entre a casa de praia de seus avós em Cavalière (França) e o estúdio na casa de Kevin, em Perth (Austrália). O som mostra o gosto dela pelo psicodélico, por ritmos rústicos e um talento sem esforço para algo que lembra um classicismo melódico.

Autoramas promovem financiamento coletivo para DVD com shows e bastidores da turnê internacional




Prestes a completar 15 anos de carreira, em 2013, o Autoramas é uma das bandas independentes mais bem sucedidas do Brasil e há mais tempo. Surgiu em 1998, quando as gravadoras majors ainda “davam as cartas” no mercado nacional, mas optaram pela independência.

De lá até aqui lançaram 6 álbuns, participaram de várias coletâneas pelo mundo e estão sempre se apresentando no Brasil e no exterior. Mesmo cantando em português, o trio formado por Gabriel (voz/guitarra), Flavinha (baixo) e Bacalhau (bateria) é sucesso lá fora, tendo tocado em países como Japão, Inglaterra, Espanha, França, Argentina, Peru, Portugal, Chile, Uruguai, Bélgica, Holanda, Suíça, Alemanha e Itália, entre outros.

Depois de serem um dos precursores no uso do financiamento coletivo crowfounding, que possibilitou a gravação e lançamento do álbum “Musica Crocante” (2011/Coqueiro Verde), agora a banda vai lançar um DVD através do crowfounding novamente. “Autoramas Internacional” é uma espécie de documentário e traz imagens de shows e bastidores das turnês do trio por 15 países, incluindo o Brasil.

Para viabilizar esse lançamento, a banda criou uma nova ação de crowfounding, que pretende arrecadar R$ 9.999,90 até dia 18 de dezembro. São cotas de patrocínio de diversos preços, que dão direito à nome nos agradecimentos, DVDs, ingressos para shows, ítens das coleções particulares dos Autoramas e muito mais.

Mais informações: http://www.embolacha.com.br/projeto/265-dvd-autoramas-internacional

domingo, 4 de novembro de 2012

51 Encontros em 50 Semanas por de Kristen McGuiness!



51 Encontros em 50 Semanas por
de  Kristen McGuiness

322 páginas

Formato: 13,5 x 20,5 cm

Uma Aventura mágica em busca do amor.

Uma narrativa emocionante, bem-humorada e inspiradora sobre a busca por nossa alma gêmea.


COMENTÁRIOS

”Nunca a busca do amor pareceu tão comovente. A autora abriu seu coração para nos oferecer um retrato instigante de uma jovem determinada a encontrar o homem perfeito, mas que, ao longo do caminho, acaba encontrando a si mesma.”

Kristen Smith, roteirista de Legalmente Loira, Dez coisas que eu odeio em você e A verdade nua e crua.

”Uma mulher que não endoidece depois de passar 51 encontros românticos demonstra uma valentia incapaz de ser ignorada. Este é um livro realmente incrivel.”

Deanna Kiziz, autora de How meet Cute Boys e Finishing Touches.

”Namorar é algo que todas as mulheres devem fazer. Mas é muito mais divertido ler as histórias hilariantes deste livro do que ter de sofrer sozinha. Obrigada, Kris.”

Heather Mcdonald, comediante e autora de You´ll Never Blue Ball in This Town Again.


Saiba mais sobre a autora e o livro


Exclusive Q&A: Kristen McGuiness's 51 Dates


Kristen McGuiness went on 51 dates in 50 weeks—her reintroduction to the dating world after getting sober — and in the process learned what it actually means to get to know someone, outside of the party scene. Little did she realize, the person she'd get to know best was herself. The result of that experience is her new book, 51/50: The Magical Adventures of a Single Life (Soft Skull Press). Kristen chatted with Marie Claire about love, herpes, and what it's like to go on a date without a glass of wine as a social lubricant (the horror!).


Read more: Interview With Kristen McGuiness on 51 Dates Book - Marie Claire 


mais










 Um Lançamento



Consultoria Infalível de Peter Block


Consultoria Infalível
de Peter Block

PÁGINAS:   368
FORMATO:   16x23 cm

CATÁLOGO:   Administração



Consultoria Infalível
um Guia Prático, Inspirador e Estratégico.    


A M.books lança a 3º edição do best-seller CONSULTORIA INFALÍVEL do consagrado autor PETER BLOCK.

Publicado no inicio dos anos 90 sob o titulo de Consultoria – O Desafio da Liberdade tornou-se referencia obrigatória para todos os consultores. E desde então tem sido recomendado a todos consultores e executivos que utilizam técnicas de consultoria em suas atuações profissionais; como uma verdadeira bíblia.

Esta nova edição cobre os desafios que surgiram
da nova forma como nos comunicamos eletronicamente e vivemos no mundo virtual. Block sugere maneiras de superar os efeitos que distanciam e isolam as pessoas, inerentes às conexões eletrônicas.

Este livro ultrapassa os elevados padrões de relevância, clareza e sabedoria característicos das versões anteriores e enfatiza as relações pessoais como chave para o sucesso nos negócios.

Esta é a Bíblia de Consultoria.

CONTEÚDO

"Flawless Consultoria: um guia " Peter Block é considerado o "consultor senior" e o livro  um bestseller, um marco que explica como lidar efetivamente com clientes, colegas e outros. Esta terceira edição aborda os desafios de negócios e desde a segunda edição também explora o que está nas mentes da "próxima geração" de consultores.

O livro inclui orientações sobre como fazer melhores perguntas , como ajudar os clientes a compreender a importância do que é invisível, mas próximo à mão bem como exemplos extensivos de educação, as agonias de contratação e, finalmente, o impacto da tecnologia e do mundo virtual em relações de consultoria.

Para Peter Block, "um consultor é uma pessoa em uma posição de ter alguma influência sobre um indivíduo, um grupo, ou uma organização, mas que não tem poder direto para fazer alterações ou implementar os programas." Neste livro, ele aponta os elementos que muitas vezes ficam no caminho da consultoria produtiva, e em seguida, mostra como lidar com eles e seguir em frente para uma consultoria mutuamente benéfica.

O livro está repleto de bons conselhos, técnicas e listas de verificação para fazer cada consulta mais eficaz e eficiente possível, ou seja, "impecável".

Não importa o quão bem você acha que conhece os seus clientes ou a sua experiência, Block adverte para que você se concentre no que é essencial consultoria. Ele enfatiza que "o problema apresentado" do cliente muitas vezes não é o problema real. Ele encoraja os consultores para obter uma imagem clara de tanto o problema técnico ou de negócios e como o problema está sendo gerenciado - a política da situação, as atitudes das pessoas, o estilo do gerente, etc. Para obter insights sobre as dimensões interpessoais ou processo Block, diz que os consultores devem "reconhecer a semelhança entre a forma como os clientes  gerenciam você e como eles gerenciam sua própria organização."


um lançamento






Ameaça mortal de James Patterson


Ameaça mortal
de James Patterson

193 paginas




Ameaça mortal
Leia Trecho

Um sequestro inacreditável

Embora contem com a proteção do Serviço Secreto 24 horas por dia, Ethan e Zoe Coyle, filhos do presidente dos Estados Unidos, são sequestrados dentro de um dos melhores colégios de Washington. O detetive Alex Cross é um dos primeiros a chegar à cena do crime.

Uma ameaça terrorista

Dias depois, uma sabotagem da rede de abastecimento contamina toda a água da cidade, deixando a população em pânico. Alex teme que os dois eventos estejam relacionados e representem o mais devastador atentado terrorista que o país já enfrentou.

Só a morte pode deter Alex Cross

A cada hora que passa, as chances de solucionar os crimes e encontrar as crianças com vida diminuem. Diante deste que pode ser o caso mais importante de sua carreira, o detetive toma uma decisão desesperada, que vai contra tudo aquilo em que ele acredita e pode até lhe custar a vida.

****

Os filhos do presidente dos Estados Unidos estudam no Branaff, um dos melhores colégios de Washington, e contam com proteção em tempo integral. Ainda assim, num ato de ousadia, criminosos enganam os agentes do Serviço Secreto e desaparecem com Ethan e Zoe Coyle.

Sem aceitar a participação da Polícia Metropolitana no caso, o FBI e o Serviço Secreto assumem as investigações. No entanto, atendendo a um pedido especial da primeira-dama, acabam convidando o detetive Alex Cross por sua experiência com sequestros.

Em meio às investigações, a Inteligência americana descobre que um grupo terrorista saudita está planejando vários ataques em território nacional. A sabotagem da rede de fornecimento de água e o atentado contra a comitiva do secretário de Estado põem a capital em alerta, além de levantar a suspeita de que esses atos possam ter ligação com o sequestro de Ethan e Zoe.

Trabalhando em conjunto com o FBI, a CIA e outras agências do governo, Alex Cross precisa agir rápido. Com a ajuda dos colegas Ned Mahoney e John Sampson, ele começa uma corrida contra o tempo para encontrar os filhos do presidente e impedir que novos atentados coloquem o país em risco.









James Patterson 

Detém o recorde da lista dos Mais Vendidos do New York Times com 39 títulos.

É responsável por um em cada 15 romances de capa dura mais vendidos em 2007. Naquele ano, um número estimado de 16 milhões delivros de James Patterson foram vendidos nos Estados Unidos mais do que John Grisham e Stephen King juntos.

Já vendeu mais de 150 milhões de livros em todo o mundo.

É o único autor a ocupar o primeiro posto do New York Times na área de Ficção Adulta. Patterson é também o único autor a ter TRÊS livros simultâneamente na lista de Best Sellers do New York Times .

Criou as duas primeiras séries de Best Sellers sobre detetives da década passada - A Patterson's Alex Cross series, incluindo Along Came a Spider e Kiss the Girls tops de venda dos últimos 12 anos. A outra série de Best Sellers de detetive também pertence ao Patterson, a Women's Murder Club série, incluindo 1st to Die , 2nd Chance , 3rd Degree , and 4th of July .

Women's Murder Club tornou-se uma série de televisão na ABC em outubro de 2007.

É o fundador da James Patterson PageTurner Awards, que, durante três anos seguidos, premiou em dinheiro s mais de US $ 600.000 a grupos e indivíduos que praticam o notável trabalho de espalhar a diversão e emoção através do livro e da leitura. Patterson também é membro da diretoria da organização "Primeiro livro" cuja missão é levar "o primeiro livro" nas mãos da juventude marginalizada e doou milhares de livros para tropas no exterior.




UM LANÇAMENTO


quinta-feira, 1 de novembro de 2012

Diários - 1970/1986 de Andrei Tarkovski

Diários - 1970/1986

de Andrei Tarkovski

Tradução: Alexey Lázarev

Coleção Cinema

Formato: 19 X 23 cm
Número de Páginas: 688
Acabamento: Brochura







Mais um lançamento que nos ajuda melhor compreender a obra do genial cineasta que é Andrei Tarkovski. Uma edição primorosa com um conteúdo não menos precioso. Pelas páginas convivemos com Andrei de 1970 até 1986.

"Uma imagem artística é uma imagem que assegura seu próprio desenvolvimento, sua própria perspectiva histórica. Essa imagem é uma semente, um organismo vivo que evolui. É um símbolo da vida, mas que difere da vida. Pois a vida integra a morte, enquanto a imagem da vida a exclui, ou a considera como uma possibilidade única para afirmar a vida. Por si só, a imagem artística é uma expressão da esperança, um grito de fé, e isso independentemente do que ela exprima, até mesmo a perdição do homem. A arte em si é uma negação da morte. Então ela é otimista, mesmo que, no fim das contas, o artista seja sempre trágico. Portanto, não pode haver artistas otimistas ou artistas pessimistas. Pode haver apenas o talento ou a mediocridade."

Saiba mais aqui


O AUTOR

Andrei Arsenyevich Tarkovski (em russo: Андре́й Арсе́ньевич Тарко́вский) (Zavrazhye, 4 de abril de 1932  Paris, 28 de dezembro de 1986) foi um cineasta russo.

Filho do poeta russo Arseni Tarkovski, autor de muitos dos poemas recitados em seus filmes, nasceu em 1932 sendo se formado em Geologia, abandona a profissão para se dedicar ao cinema, iniciando sua carreira ao entrar no Instituto Central de Cinema da URSS (VGKI) em 1956. more, mais...
   
Andrey, what is art?

Andrei Tarkovsky


 



Lançamento da
Editora É
É Realizações

O Poder da Consciência de Deepak Chopra

 

O Poder da Consciência


de Deepak Chopra


Nº de páginas: 168


Lançada pela editora LeYa, a obra chega às livrarias .


Todos nós temos dúvidas em relação a relacionamentos, saúde, bem-estar, sucesso, carreira e realizações pessoais. Esses questionamentos aumentam ainda mais quando surge um desafio em alguma dessas áreas da vida. Mas quando enfrentamos um problema, muitas vezes é difícil enxergar uma solução com clareza, aquela famosa “luz no fim do túnel”. Será que existem mesmo essas tais respostas?

Para Deepak Chopra sim, existem, e podem ser encontradas em seu novo livro “O Poder da Consciência – respostas para os maiores desafios da vida”, lançamento de outubro da editora LeYa.

No livro, o autor enumera as áreas em que temos mais conflitos e aponta como as nossas emoções e impulsos podem mudar o rumo de nossas decisões e consequentemente alterar as nossas vidas. Apresentando questionamentos reais – baseados em cartas que Deepak recebeu de pessoas de diversos lugares do mundo ao longo dos anos – a obra mostra o quanto o ser humano anseia por respostas que podem ser encontradas dentro de nossas mentes.

Ao longo de sua carreira como médico, professor e autor best-seller, Deepak Chopra recebeu milhares de perguntas de pessoas que enfrentam todo tipo de desafio. Pessoas que não sabiam mais como prosseguir com suas vidas, como superar problemas de relacionamento e obstáculos pessoais. Para Chopra, a espiritualidade é a principal solução, e não se trata apenas de apegar-se a dogmas religiosos ou com a noção convencional de Deus. “Não há poder maior para o sucesso e crescimento pessoal do que a sua própria consciência.”

Com uma visão prática, “O Poder da Consciência” fornece as ferramentas e estratégias que permitirão a qualquer pessoa enfrentar os desafios da vida e experimentar um sentimento de satisfação plena. Confie que a solução está em sua própria consciência, esperando para ser descoberta!


Sobre o autor

Deepak Chopra é professor proeminente da filosofia oriental para o mundo ocidental. Ao longo de décadas, ele escreveu aclamadas obras que já venderam milhões de exemplares. No Brasil, seus livros O efeito sombra e A sabedoria dos cães, ambos publicados pela Lua de Papel, já venderam mais de 100.000 exempalres. Saiba mais sobre o autor em: www.deepakchopra.com (em inglês).

O poder da consciência - o novo livro de Deepak Chopra






CATATAU de Paulo Leminski



CATATAU

de Paulo Leminski

No de Paginas:
256

A Iluminuras reeditou Catatau, o livro de estreia de Paulo Leminski, publicado em 1975 e há alguns anos fora de catálogo.


 Maurício Arruda Mendonça escreveu na apresentação desta muito citada e pouco lida que "estaria alí, "O Catatau (1975) de Paulo Leminski é umas das obras-primas da literatura brasileira de invenção do século 20. Escrito durante quase uma década, esse “romance-ideia”, como o denominou o autor, é um monólogo onírico de René Descartes em visita a Pernambuco no período holandês. Diante do absurdo da natureza dos trópicos e dos costumes dos indígenas, o filósofo vê sua razão naufragar: “Duvido se existo, quem sou eu se esse tamanduá existe?”, pergunta. Num texto lúdico, parodiando as narrativas dos viajantes e empregando recursos do Concretismo e do Tropicalismo, Leminski cria uma fábula inovadora e radical, firmando-se como um dos grandes explicadores do Brasil.

O leitor tem em mãos um clássico da literatura brasileira recente. O Catatau (1975) de Paulo Leminski é um texto experimental que se filia à grande tradição das novelas satíricas e filosóficas, tais como Gargantua de Rabelais, Gulliver de Swift, Jacques, o fatalista de Diderot, Robinson Crusoe de Defoe. Tanto é que o núcleo da fábula do Catatau trata de uma insólita vinda do filósofo René Descartes a Recife, no tempo do Brasil holandês. Submetido ao trópico e à exótica natureza tupiniquim, após fumar certa erva que lhe sequestra a clareza de pensamento, René Descartes, ou simplesmente Cartésio, delira enquanto espera a vinda do oficial do exército da Companhia das Índias Ocidentais, o polonês Krzysztof Arciszewski, o qual ficou de lhe explicar esse inabordável Brasil.

O Catatau é, pois, um texto de vanguarda que trata de assuntos afeitos aos séculos 16 e 17. Nele o autor emprega recursos como neologismos, aforismos, filosofemas e trocadilhos nonsense, parodiando clássicos portugueses, constituindo-se em verdadeiro tesouro de invenção prosódica da língua, que une o falar culto ao popular. Nesse sentido o Catatau pode ser encarado como um romance Tropicalista, Concretista, Neobarroco.

Construído como um caudaloso solilóquio, o personagem Cartésio exibe aquela “erudição ostentosa” de que fala Sérgio Buarque de Holanda em Raízes do Brasil. Porém, Cartésio tem seus pensamentos desestruturados pelo Gênio Maligno que interdita a razão, personificado no monstro Occam, cuja presença no Catatau é sentida pelo maior ou menor grau de ilogicidade do discurso do personagem-filósofo.

Fruto das tensões dialéticas entre verborragia e silêncio, razão e loucura, beatitude e danação, repouso e movimento, ser e devir, o Catatau é um permanente convite à interpretação, e um tributo às mil alegrias da escritura."



Trechos do livro CATATAU, de Leminski, publicado em 1975.

"Que flecha é aquela no calcanhar daquilo? Picatacapau! Pela pena é persa, pela precisão do tiro — um mestre. Ora os mestres persas são sempre velhos. E mestre, persa e velho só pode ser Artaxerxes ou um irmão, ou um amigo, ou discípulo ou então simplesmente alguém que passava e atirou por despautério num momento gaudério de distração. Flecha se atira em movimento, ninguém está parado. Nem o cavalo, nem o cavaleiro; nem a mente, nem a mão; nem o arco, nem a flecha, e o alvo o vento leva: tiro certo. Dentiscalpium in oculo. Todo teu lado direito puxa a linha, todo o esquerdo segura a flecha. Spes! Tiro feito, volta-se à unidade perdida. Mas arcos atrás isso não é coisa que se diga, que se faça, arqueiro pouco diz. Cala-se, de hábito, porque ignora tudo na arte em que é exímio. Depois, velhos não são dados a festas. Lísbia sabatária — bazanz! Sabazii sabaia! Copaplena! Muito sabe, pouco ri. Enquanto muitos riem, os mestres a portas fechadas meditam sobre a guerra. O primeiro gole de vinho melhora o tiro, o segundo gole — só Zenão! Assim como o primeiro tiro aprimemora o segundo tiro, a segunda flecha corrige a receita. Eclipse entra no sol em frente duma flecha persa, o sol pára e Xerxes o preenche a flechas. Como viver à luz de flechas? Da arte — não se vive; ver flor, calar. E calando a boca, de assunto mudo, vamos falar de flechas persas. O assunto me muda. O silêncio, próprio de alunos, instrui. Mas só os mestres sabem calar dizendo tudo. Tudo é ainda pouco. Na gata! Acertou na gata, paragate, parassangate! Tudo não tem detalhes. Na arte, detalhe é tudo, todo cuidado é pouco em se tratando dos mínimos detalhes que lhe derem na telha. Veja um mestre, por exemplo; como se move, como se levanta, como sabe fazer bem as coisas que todo mundo sabe. Mas há mestres e mestres. Nem todo mestre é próspero. Alguns cultivam artes sutilíssimas. Esses, às vezes, não têm apóstolos. São os últimos pioneiros. Livro não adianta. O dedo do mestre é sempre mais que o centro aonde aponta, ou não então? A cara dos mestres é o modelo das máscaras. Que cara alguém terá para erguer a máscara que jaz sobre a cara dos mestres? Tem uma palavra muito boa para dizer isso mas os mestres não ensinam a falar, só a fazer. O que se pode dizer da arte nada tem que ver com ela. O mestre é onde a arte já morreu: por isso, mestres não lutam. Sempre há coisas que aprender: um pequeno truque, um meneio mais rápido, um trejeito gaiato, um grito junto. O que os mestres sabem é o que há para aprender."


O AUTOR
Paulo Leminski
(1944-1989) foi poeta, narrador, crítico, tradutor, letrista de música popular e jornalista cultural.

 Nasceu em Curitiba, no dia 24 de agosto de 1944. Em 1958, com 14 anos, passou 12 meses no Mosteiro de São Bento, em São Paulo. Participou do 1º Congresso Brasileiro de Poesia de Vanguarda, em Belo Horizonte.

Em 1965, tornou-se professor de História e Redação. Posteriormente, atuou na publicidade. Foi letrista de canção popular. “Verdura”, de sua autoria, foi gravada por Caetano Veloso.
Entre os seus livros, destaque para Polonaises (1980) e Distraídos Venceremos (1987). Sua bibliografia compõe dezenove livros, a Iluminuras publicou: Metaformose (1994), Agora é que são elas Ex-estranho (1996) e Winterverno, com João Suplicy (2001). Morreu no dia 7 de junho de 1989, em Curitiba.

Paulo Leminski - Ervilha da Fantasia (1985)
 
Documentário para TV realizado em 1985 por Werner Schumann com edição de Eduardo Pioli Alberti e Produção Executiva de Altenir Silva, Willy Schumann, Werner Schumann.




CONHEÇA TAMBÉM


Titulo:
Agora é que são elas
Autor:
Paulo LeminskiSituação:
Lançamento
Categoria:
Literatura Brasileira

Sinopse:
Leminski no círculo dos escritores mais inventivos se ombreia em talento com Joyce, Rosa ou Carroll no fabuloso Catatau, seu aclamado primeiro livro, e a um Italo Calvino ou Cortazar neste Agora é que são elas. Sempre genial no que fazia, Leminski saiu-se com esta: “O romance não é mais possível....



Titulo:
WINTERVERNO
Autor:
PAULO LEMINSKI E JOÃO SUPLICYSituação:
Normal
Categoria:
Poesia Brasileira

Sinopse:
“Aos poucos vamos podendo pisar essas pedras que Leminski nos deixou, e que voltam sempre a nos confirmar a grandeza e a profundidade de seu mergulho poético. Depois do corpo de poemas inéditos que veio à luz com La vie en close e do deslumbrante Metaformose (Iluminuras), podemos agora curtir esse W...


Titulo:
METAFORMOSE
Autor:
PAULO LEMINSKISituação:
Esgotado 
Categoria:
Literatura Brasileira

Sinopse:
“Nas águas de Narciso os olhos dos deuses que viraram lendas. Coisa boa a ser vista com esse sabor de Catatau. (...) Por isso não confundir com Ovídio, não é metamorfose, é metaformose, a outra forma transformada por uma leitura. Uma interpretação ‘através das formas’ numa linguagem que também mudou...


Titulo:
O EX-ESTRANHO
Autor:
PAULO LEMINSKISituação:
NORMAL
Categoria:
Poesia Brasileira

Sinopse:
“Em que ilha Paulo Leminski cifra esta estética de arrepios? De signos entrecortados pelo dom da surpresa, animados pelo amor ao súbito, ao lúdico e ao abismo — um sopro invariavelmente novo na sempre melancólica estância seresteira que é, sabemos, o país. Este, senhores, nem parece um livro póstumo...

RELANÇAMENTO

Poder da Afinidade de Gary Zukav



Poder da Afinidade

de Gary Zukav

 


Páginas: 290

O LIVRO

O Poder da Afinidade!

Aprenda a criar um círculo altamente positivo em torno de você.

Este é um livro sobre como transformar nossos relacionamentos numa força poderosa de atração de felicidade sobre tudo o que nos cerca.

Existe um clima de insegurança no mundo. As pessoas sentem dificuldade de confiar umas nas outras, em si mesmas e estão mais vulneráveis a cometer erros de avaliação em todos os tipos de relacionamentos. No entanto, há uma forma de lidar com esses sentimentos: fortalecer os laços verdadeiros já existentes e buscar conexões fortes com aqueles que vibram sob a mesma sintonia.

Gary Zukav oferece as chaves para aqueles que desejam fazer de suas relações interpessoais verdadeiras oportunidades para o desenvolvimento espiritual. Mostra como modificar as partes negativas em nossa personalidade e expandir as positivas para estabelecer conexões realmente profundas e enriquecedoras nos relacionamentos. Isso não acontece de modo automático, mas é fruto de uma decisão. E reage em efeito dominó. Depois que disparar a primeira peça, um encadeamento de laços e afinidades irá conduzir você a um novo patamar de relacionamentos e felicidade.

Baseado no amor, na sabedoria e na alegria da convivência, este é um livro indispensável para quem deseja conquistar o poder autêntico sobre si mesmo.

O AUTOR POR ELE MESMO
Gary Zukav


"Sou um estudante da vida, sou o companheiro espiritual de Linda Francis, sou um avô e um amigo. Cresci no Kansas, formei-me em Harvard e servi no Vietname.

"Em 1979 escrevi The Dancing Wu Li Masters: An Overview of the New Physics, que ganhou o American Book Award for Science e se tornou numa bíblia para aqueles que se interessam em conhecer a física quântica mas não gostam particularmente de matemática nem de ciência. The Dancing Wu Li Masters foi o meu primeiro presente à Vida.

"Em 1989 escrevi The Seat of the Soul (O Lugar da Alma), sobre a evolução e a alma, em 1999, Soul Stories, e em 2002 Linda Francis e eu escrevemos The Heart of the Soul: Emotional Awareness. Todos estes livros têm sido bestsellers do New York Times. Ao todo, já venderam 6 milhões de exemplares e foram traduzidos em 24 línguas. O nosso último livro, The Mind of the Soul: Responsible Choice, foi publicado em Outubro de 2003.

"Linda e eu também co-fundámos a Seat of the Soul Foundation, uma organização sem fins lucrativos que me é muito querida.

"Não me importo de partilhar estas coisas sobre mim, mas a coisa mais importante que quero partilhar é que o meu percurso desde o homem zangado e sem respeito pela Vida que eu era até ao homem que sou hoje foi longa, muitas vezes difícil, alegre e extremamente gratificante. Mostrou-me que qualquer pessoa pode fazer o mesmo percurso à sua maneira."
 
PARA CONHECER MELHOR Gary Zukav

Por favor, diga-me quem você é e o que você quer. E se você pensa que estas são questões simples, tenha em mente que a maioria das pessoas vive suas vidas inteiras sem chegar a uma resposta.


Para cada ação há uma reação igual e oposta. Você recebe do mundo o que você dá ao mundo.


Se você quer ter o tipo de relação que seu coração anseia, você tem que criá-lo. Você não pode depender de outra pessoa para criá-lo para você.


O que é absurdo, e que não é, pode ser apenas uma questão de perspectiva.


Eventualmente, você chegará a entender que o amor cura tudo, e o amor é tudo que existe.

 
Gary Zukav e Linda Francis: Spiritual Partnership (O Poder da afinidade) e Authentic Power










Um Lançamento



CAIXA Cultural Curitiba recebe espetáculo de dança percussiva contemporânea

CAIXA Cultural Curitiba recebe espetáculo de dança percussiva contemporânea



“Combo”, interpretado pela Companhia Steven Harper, apresenta encontros e desencontros cênicos e rítmicos no Teatro da Caixa



A CAIXA Cultural Curitiba apresenta, de 09 a 11 de novembro, o espetáculo de dança e percussão “Combo”. A montagem, interpretada pela companhia paulista Steven Harper, tem foco no sapateado – movimentos e sons que propiciam uma dança solta, contemporânea, bem brasileira, de buscas e misturas gestuais e sonoras. A apresentação tem entrada franca e faz parte da programação da Virada Cultural de Curitiba.



A Companhia Steven Harper construiu o espetáculo com referência nos dois trabalhos realizados com o coreógrafo Mário Nascimento: “Sincopizante”(2002) e “Sensorial”(2004). A movimentação cênica, o som dos pés e dos instrumentos são resultado de uma intensa pesquisa de linguagem, um dos pilares das atividades desenvolvidas pela Steven Harper.



Fundada em 1997, inicialmente como Cia. Totally Tap, a companhia é reconhecida pela qualidade técnica, apuro cênico e linguagem inovadora. Leva o nome do professor, pesquisador e coreógrafo de nacionalidade americana, residente no Rio de Janeiro desde 1991. Além da companhia, Steven Harper coordena o ensino de sapateado no Centro de Artes Nós da Dança, no Rio de Janeiro, e organiza anualmente, com Adriana Salomão, o Tap in Rio, o mais importante festival de sapateado da capital fluminense. Além de se apresentar regularmente em espetáculos e festivais de dança pelo Brasil, Steven é membro do comitê diretor da International Tap Association, organização sediada nos Estados Unidos.



Oficina

Além do espetáculo “Combo”, a companhia oferece ainda uma oficina de dança percussiva intitulada “Música do Corpo”. É uma aula aberta, que não exige nenhuma experiência prévia, onde pulos, palmas, bate pé, coxa, peito, polirritmia e muitos risos são os elementos utilizados na criação de uma sinfonia sonora em movimento.





Serviço:

“Combo”, da Companhia Steven Harper

Local: CAIXA Cultural Curitiba - Rua Conselheiro Laurindo, 280, Centro – Curitiba (PR)

Data: 09 a 11 de novembro

Horários: Sexta e sábado às 20h e domingo às 19h

Ingressos: Entrada franca. Os ingressos devem ser retirados na bilheteria do teatro uma hora antes de cada sessão.

Oficina: 10 de novembro, às 16h, na CAIXA Cultural. Inscrições gratuitas de 05 a 09 de Novembro pelo e-mail  caixacultural08.pr@caixa.gov.br. Vagas limitadas. Indicada para maiores de 14 anos.

Bilheteria: (41) 2118-5111 (de terça a sexta, das 12 às 20h, sábado das 14h às 19H e domingo, das 16h às 19h)

Classificação etária: Livre para todos os públicos.

Lotação máxima do teatro: 125 lugares (02 para cadeirantes)

Do Amor No Ar Fora do Eixo na Argentina!

NOITE NO AR FORA DO EIXO EM BUENOS AIRES REFORÇA INTERCÂMBIO MUSICAL LATINO



Do Amor

Estabelecendo conexões cada vez maiores entre produtores e agentes culturais pelo Brasil, o Circuito Fora do Eixo vem desde algum tempo ensaiando aproximações mais concretas com a cena musical latino-americana. Na Argentina, um dos parceiros do circuito e sempre aberto a intercâmbios sonoros é o Niceto Club, que recebe no dia 17 de novembro mais uma edição da Noite Fora do Eixo, uma parceria da casa com o Fora do Eixo e Coquetel Molotov.

O projeto dá continuidade ao intercâmbio musical entre o Brasil e a Argentina, levando ao público portenho shows com artistas nacionais de destaque na cena independente. Depois da passagem de Criolo, Emicida e Karina Buhr por Buenos Aires, agora é a vez da banda carioca Do Amor aterrisar em terras estrangeiras. A banda divide o palco com o grupo argentino Mompox em show que começa a partir das 21h.

Este é o terceiro evento promovido pelo Circuito Fora do Eixo neste ano em Buenos Aires, levando o melhor da música brasileira ao Niceto Club, casa de shows parceira que também abrigou uma etapa do Grito Rock Buenos Aires, maior festival integrado da América Latina. Ao longo dos próximos meses, outras ações em parceria irão continuar a fim de fortalecer estes laços e trocas de experiências sociais e culturais.




serviço


Niceto Club, Fora do Eixo e Coquetel Molotov apresentam:

No Ar Noite Fora do Eixo - Buenos Aires
Bandas: Do Amor (Brasil/RJ) + Mompox (Argentina)
Local: Niceto Club - Avenida Cnel. Niceto Vega 5510 - Buenos Aires
Data: Sábado - 17/11 - 21:00
Mais informações no site
https://go.madmimi.com/redirects/1351771271-077763b4f61c2462eac451e9e5049fea-c600ec6?pa=12508999243

ATENÇÃO - Fundação Cultural de Curitiba com horários diferenciados no feriado de Finados

Fundação Cultural de Curitiba com horários diferenciados no feriado de Finados



Em razão do feriado de Finados, os espaços gerenciados pela Fundação Cultural de Curitiba terão os horários de atendimento diferenciados.



Confira o que abre e fecha:



MUSEU DA FOTOGRAFIA CIDADE DE CURITIBA (Solar do Barão - Rua Carlos Cavalcanti, 533, Centro) - Fechado dia 2 e aberto dias 3 e 4 de outubro, das 12h às 18h.



MUSEU DA GRAVURA CIDADE DE CURITIBA (Solar do Barão - Rua Carlos Cavalcanti, 533, Centro) - Fechado dia 2 e aberto dias 3 e 4 de outubro, das 12h às 18h.



GIBITECA DE CURITIBA (Solar do Barão - Rua Carlos Cavalcanti, 533, Centro) - Fechada de 2 a 4 de novembro.



CINEMATECA DE CURITIBA (Rua Carlos Cavalcanti, 1.174, São Francisco) – Aberta de 2 a 4 de novembro, para exibição dos filmes em cartaz.



PORTÃO CULTURAL (Av. República Argentina, 3430, Portão) – Os espaços, Casa da Leitura Wilson Bueno, Centro de Arte Digital, e Auditório Antonio Carlos Kraide MuMa, fechados dia 2 de novembro.  O Cine Guarani estará aberto dia 2, a partir das 15h, conforme programação. O acesso ao cinema será pela Rua Caetano Marchesini, 100 (portaria II - estacionamento). Nos dias 3 e 4 de novembro todos os espaços estarão abertos conforme programação.



CASAS DA LEITURA: Augusto Stresser, Dario Vellozo, Hilda Hilst, Jamil Snege, Manoel Carlos Karam, Maria Nicolas, Miguel de Cervantes, Nair de Macedo, Osman Lins, Paulo Leminski, Walmor Marcelino, Wilson Bueno e Wilson Martins (endereços no site) – Fechadas dia 2 de outubro. No dia 3, todas as Casas da Leitura estarão abertas, e dia 4 as Casas da Leitura Wilson Bueno e Augusto Stresser abrem conforme programação.



BONDINHO DA LEITURA (Rua XV de Novembro, Centro) – Fechado dia 2 e aberto dia 3 de novembro.



TEATRO UNIVERSITÁRIO DE CURITIBA E GALERIA DE ARTE URBANA (Galeria Júlio Moreira, Setor Histórico) – Fechado dias 2 e 4 de novembro e dia 3, aberto, conforme programação.



CLUBE DE XADEZ ERBO STENZEL (Galeria Júlio Moreira, Setor Histórico) – Fechado de 2 a 4 de novembro.



MEMORIAL DE CURITIBA (Rua Claudino dos Santos, 79, Setor Histórico) – Fechado dia 2 e aberto dias 3 e 4 de novembro, das 9h às 15h.



 MUSEU DE ARTE SACRA DE CURITIBA – MASAC (Largo da Ordem, anexo à Igreja da Ordem) – Fechado dia 2 e aberto dias 3 e 4 de novembro, das 9h às 14h.



CASA ROMÁRIO MARTINS (Largo da Ordem, Setor Histórico) – Fechado dia 2 e aberto dias 3 e 4 de novembro, das 9h às 14h.



MEMORIAL POLONÊS (Bosque do Papa, Rua Mateus Leme) – Aberta dia 2 de novembro somente a Capela; a Casa Krzizanowski e Grzyboge estarão fechadas. Aberto dias 3 e 4 de novembro, das 9h às 18h.



MEMORIAL UCRANIANO (Parque Tingui) – Fechado dia 2 e aberto dias 3 e 4 de novembro, das 10 às 18h.



TEATRO NOVELAS CURITIBANAS (Rua Presidente Carlos Cavalcanti, 1.222, São Francisco) – Fechado, não tem programação pública nos dias 2, 3 e 4 de novembro.

TEATRO DO PIÁ (Praça Garivbaldi, 7, São Francisco) – Fechado dias 2 e 3 de novembro. Aberto dia 4, conforme programação.

CASA HOFFMANN - CENTRO DE ESTUDOS DO MOVIMENTO (Rua Claudino dos Santos, 58, Largo da Ordem) – Aberta dias 2 e 3, para apresentação do espetáculo em cartaz e fechada dia 4 de novembro.



CONSERVATÓRIO DE MÚSICA POPULAR BRASILEIRA (Rua Mateus Leme, 66, Largo da Ordem) – Fechado de 2 a 4 de novembro.



ÓPERA DE ARAME E PEDREIRA PAULO LEMINSKI (Rua João Gava, s/n, Pilarzinho) – Aberta para visitação das 8h às 20h, de terça a domingo.



CENTRO DE CRIATIVIDADE DE CURITIBA (Av. Mateus Leme, 4700, São Lourenço) - Fechado dia 2 de outubro. Aberto dias 3 e 4, das 9h às 16h, para visitação das salas de exposições.

Livros com até 70% de desconto

Editora: livros com até 70% de desconto

Continua a promoção da Editora Fundação Perseu Abramo (EFPA), com dezenas de títulos e descontos de até 70%. A oferta é válida até o final do estoque. Confira os livros à venda na Loja Virtual. leia mais

Especial Carlos Marighella

Especial Carlos Marighella

Militante histórico tornado símbolo da luta contra a ditadura militar, Carlos Marighella foi perseguido e morto pelos agentes da repressão em 04 de novembro de 1969, em São Paulo. A Fundação Perseu Abramo celebra sua memória resgatando no acervo artigos, livros e depoimentos de seus companheiros/as de luta.

No especial "40 anos sem Marighella", ensaios de Alípio Freire e Emiliano José, além de entrevistas com Clara Charf, Jacob Gorender e Aldo Lins e Silva. Outro destaque é o livro "A Imagem e o Gesto", de Vladimir Sacchetta, Marcia Camargos e Gilberto Maringoni, fotobiografia publicada pela Editora Fundação Perseu Abramo (EFPA) em 1999.

Na Biblioteca Digital da Fundação Perseu Abramo, pode ser baixada gratuitamente a obra literária
"Versões e Ficções - o Sequestro da História" (também publicada pela EFPA), com artigos de diversos/as autores/as sobre o regime de exceção e a resistência à ditadura militar. E os cem anos de seu nascimento são o tema do texto "Centenário de Marighella", de Emiliano José.

Sucesso prorroga temporada de ANGELA DIP SÓ PARA MULHERES agora no Shopping Higienópolis

Sucesso prorroga novamente a temporada de

“Angela Dip ... Só para mulheres”

Durante o mes de novembro  no Teatro da Livraria da Vila

no Shopping Patio Higienópolis                            

“Eu torro toda a minha grana em roupa.

Pelo menos meu dinheiro está todo investido.

Vestido longo, vestido curto...”

Sucesso de público, o espetáculo

“Angela Dip só para mulheres”,

onde os homens realmente não entram,

teve sua temporada prorrogada novamente

e segue em cartaz  durante o mes de novembro

todas as quartas-feiras, 20h,

no Teatro da Livraria da Vila no Shopping Patio HIGIENOPOLIS .    

                     

No formato stand up, Angela Dip reúne, de forma fragmentada e aleatória, histórias, frases e pensamentos de várias mulheres, entre elas a própria autora, afinal, a maioria das mulheres segue desde tempos imemoriais “alimentando seus pares com sexo e comida!”

Num texto descontraído, a atriz faz reflexões rasteiras e bem humoradas sobre beleza, moda e variados comportamentos sexuais. As estórias e observações partem do ponto de vista de uma mulher irônica e por vezes ácida! Questões do cotidiano feminino como casamento, cirurgias estéticas e menopausa são expostas de maneira divertida e por vezes inusitada...



Serviço

"Angela Dip só para mulheres"

Direção e Texto: Angela Dip

Estreia 4 de julho

Temporada: Até 29 de novembro  todas as quartas-feiras, às 20h

Ingressos: R$ 40 (com meia entrada)

Capacidade: 125 lugares

Duração: 50 minutos

Faixa Etária: 14 anos

Gênero: humor stand up

Local Teatro da Livraria da Vila no Shopping Patio Higienópolis

Av.Higienopolis

Bilheteria: das 10h30 às 22h de segunda a sexta-feira, sábados das 10h às 22h

Domingo das 12h às 20h

Ou através do Ingresso Rápido

http://www.ingressorapido.com.br

(11) 4003. 1212



Ficha Técnica

Sobre Angela Dip

Gaúcha, Angela Dip é uma artista completa.

Ao longo de sua carreira transitou nos mais diversos gêneros artísticos.

Além de cinema, stand-up e de inúmeras peças teatrais, entre elas, o monólogo “ O Barril” e o espetáculo “ Terça Insana” , Angela Dip participou na TV do premiado programa infantil “Castelo Ra Tim Bum” na Tv Cultura, da Minissérie “Maysa” e do seriado “Malhação” Na Tv Globo. Fez participações especiais em “A Grande Familia”,” Toma La da cá” e “Aline”.

Em 2009, na Primeira Mostra Brasileira de Stand-up Paulista, seu stand up foi eleito como o melhor pelo jornal “A Folha de São Paulo”.

atualmente esta em cartaz com a comédia musical "Sabor a Freud",com Juan Alba

e fez uma participação recentemente em Avenida Brasil.

PARTICIPE DO CLICK VIRADA 2012

clique para ampliar

show:08/11 Paulo Carvalho e Pélico no SESC Pinheiros

 Paulo Carvalho lança “O Amor é uma Religião” dia 8 de novembro no SESC Pinheiros



Pélico participa do show

“O Amor é uma Religião” é o novo álbum de Paulo Carvalho. Depois do elogiado CD de estréia, “De Longe” (2007/ Lua Music), o cantor e escritor entrou em estúdio para registrar mais algumas canções autorais e duas regravações.

Ele assina 10 das 12 faixas do álbum e apresenta sua versão para “Aeroplanos” (Jorge Mautner e Rodolfo Grani Jr) e “Solando no Tempo”, de Luiz Melodia.

Paulo Carvalho (voz) é acompanhado por um um super quarteto de músicos-arranjadores, três deles “cidadãos instigados” Régis Damasceno (guitarra e violão), Rian Batista (baixo) e Dustan Gallas (teclados). Completa o time o baterista Richard Ribeiro, que toca com Régis no Porto e na banda de Marcelo Jeneci. Régis também assina a produção ao lado de Yury Kalil, que também co-produziu a estreia de Paulo.

No repertório do show, músicas novas como “Do Avesso”, "Sem pressa", "Conta-Gotas" e outras, além de canções do disco anterior como “De Longe” e versões especialmente escolhidas para este espetáculo. O músico Pélico participa de “Teu Nome”, da qual é co-autor e deve, além disso, interpretar com Paulo uma canção de sua autoria.

“O Amor é uma Religião” será lançado em CD físico em novembro e já está disponível para baixar no site (http://www.paulocarvalho.art.br).





Show: Paulo Carvalho – O Amor é uma Religião

Local: SESC Pinheiros

Endereço: Rua Paes Leme, 195 – Pinheiros

Horário: 20h30

Preço: R$16

Consciência que Movimenta a Vida

A mostra de filmes documentários “Consciência que movimenta a vida - Registros da cultura afro-brasileira” se diferencia pelos títulos a serem exibidos, que buscam valorizar manifestações da cultura, modos de vida e a identidade do negro  no Brasil. Desta forma, colocamos em evidência parte da história nacional registrada nos filmes, durante o mês de novembro, quando é comemorado o dia da Consciência Negra (20 de novembro). A mostra é uma realização da Associação de Capoeira Angola Dobrada (ACAD), que realiza as sessões gratuitas para exibição de filmes nos sábados de novembro, às 18h, na Cinemateca de Curitiba.

Os títulos exibidos na mostra trazem dois filmes realizados no Paraná que resgatam a história do negro no estado e documentários do acervo da Programadora Brasil. A mostra será aberta com o documentário “Apã”, de Pedro Merege e Valêncio Xavier, que em dois momentos distintos, em 1980 e 2008, registraram a situação dos remanescentes quilombolas do local. Outro filme paranaense, “Caras de um Carnaval”, de Luciano Coelho,  baseado na pesquisa “A Cidade e suas F(r)estas: O Carnaval Curitibano”. “Caras de um Carnaval” apresenta o cotidiano de alguns personagens que fazem parte da festa nos dias que a antecedem.

Os demais títulos analisam a presença do negro nas telenovelas, a capoeira, o carnaval e comunidades quilombolas. Cada documentário traz a visão de um diretor diferente, sendo a mostra uma janela para exibição da diversidade da produção audiovisual no país. Representam a parte de um todo, que é  a cultura afro-brasileira.  A seleção de documentários é composta dos seguintes títulos:

Sábado: 03-11-12

Apã (2010)-  Serra do Apã, Apon ou Apã está a apenas cerca de 100 Km de Curitiba e ao mesmo tempo muito longe... Em 1980, o Pedro Merege acompanhou Valêncio Xavier quando ele registrou o povo e a terra do Apã. Como não queria que esse registro fosse perdido. Merege voltou lá em 2008, e encontrou e registrou alguns sobreviventes daquele tempo e descendentes de outros já falecidos. 21 minutos

Carolina (2003)- Brasil. Final dos anos 50. Carolina de Jesus escreve seu diário. Dentro de seu barraco ela denuncia a fome, o preconceito e a miséria. Publicado, torna-se um sucesso editorial, sendo editado em 13 línguas. Apesar do reconhecimento imediato e explosivo, a “exótica” mulher negra e ex-favelada falece pobre. Passadas algumas décadas, as palavras de Carolina continuam a ser uma denúncia contra a miséria em que se encontram milhões de pessoas.- Direção e roteiro: Jeferson De. 15 min. Programadora Brasil

Alma no olho (1974)-  Uma reflexão sobre a identidade negra no Brasil, por meio da mímica e da linguagem corporal, focando a origem africana, a colonização europeia e a libertação proporcionada pela identidade cultural. Direção, roteiro e elenco: Zozimo Bulbul. 12 min – Programadora Brasil

Espaço sagrado (1975)-  O filme documenta o espaço sagrado de um candomblé típico do Recôncavo Baiano, com suas diferentes origens e sincretismos entre etnias africanas e indígenas. Direção: Geraldo Sarno. 17 min. Programadora Brasil

Sábado : 10-11-12

A negação do Brasil (2000) - Tabus, preconceitos e estereótipos raciais são discutidos a partir da história das lutas dos atores negros pelo reconhecimento de sua importância na história da telenovela, o produto de maior audiência no horário nobre da TV brasileira. O diretor, baseado em suas memórias e em pesquisas, analisa as influências das telenovelas nos processos de identidade étnica dos afro-brasileiros.Direção e roteiro: Joel Zito Araújo. 91 min. Programadora Brasil

Sábado: 17-11-12

Gato/ Capoeira. 1979 – Um capoeirista-bailarino nas ruas de Salvador, onde passa por situações que envolvem o mundo popular da cidade e as tradições afro-brasileiras. Direção: Mário Cravo Neto.  13 min. Programadora Brasil

Ilê Aiyê/ Angola. 1985 - O Carnaval do grupo Ilê Aiyê, organização do bairro Curuzu, Salvador (BA). A música, a religião, a política e a influência desta comunidade negra, 120 anos depois do fim do tráfico de escravos. Direção: Orlando Senna. 16 min. Programadora Brasil

Negros de Cedro. 1997. - A lenta agonia de uma comunidade negra em Goiás, que expressa uma altiva consciência de sua negritude por meio dos usos e costumes que procura conservar.Direção : Manfredo Caldas. 17 min. Programadora Brasil

Rio de mulheres. 2009. Em um ambiente muito seco, onde a água é escassa, mulheres vivem entre crianças e outras mulheres. Direção: Cristina Maure e Joana Oliveira. 21 min. Programadora Brasil

Sábado 24-11-12

Caras de um carnaval (2010) - Pouco se fala no Carnaval de Curitiba no cenário nacional, mas o debate dentro da capital paranaense acontece. Diz-se que a cidade não deseja ter a festa carnavalesca. Mas quem são as pessoas que realmente vivem esta celebração? Baseado na pesquisa “A Cidade e suas F(r)estas: O Carnaval Curitibano”, o documentário Caras de um Carnaval apresenta o cotidiano de alguns personagens que fazem parte da festa nos dias que a antecedem. São mestre-salas, porta-bandeiras, passistas, mestres de bateria, foliões, reis, rainhas e princesas que tem seu momento de brilho ao cruzar a passarela desfilando pela sua escola de samba, ou gente comum que se deixa levar pela alegria de um bloco carnavalesco numa cidade em conflito de identidade. Direção de Luciano Coelho. 70 minutos.

PROGRAMAÇÃO CINEMATECA | 02 A 08 DE NOVEMBRO DE 2012


Dia 02 – 17h

A EDUCAÇÃO PROBIDA (Argentina, 2012 – 146’ – documentário – digital).

Direção: German Doin

Exibição de filme pelo Movimento Zeitgeist. O filme mescla animação, dramatização com voz em off, entrevistas e uma história de ficção para questionar o atual sistema educativo no Ocidente. Criado há mais de 200 anos, mantém até hoje uma estrutura vertical, baseada na competição, divisão de idades, classes obrigatórias, currículos desvinculados da realidade e sistema de prêmios e castigos.

Classificação 12 anos

Ingresso gratuito

Dias 03, 10, 17 e 24

MOSTRA DE FILMES DO MOVIMENTO CONSCIÊNCIA QUE MOVIMENTA A VIDA

A mostra de filmes documentários se diferencia pelos títulos a serem exibidos, que buscam valorizar as manifestações da cultura afro-brasileira, modo de vida de comunidades quilombolas, e personagens desconhecidos que contribuíram para a história dos negros no Brasil. Desta forma, colocamos em evidência parte da história nacional registrada nos filmes, durante o mês de novembro, quando é comemorado o dia da Consciência Negra, em 20 de novembro. A mostra é uma realização da Associação de Capoeira Angola Dobrada (ACAD) que vai promover sessões gratuitas para exibição de filmes nos sábados de novembro, às 18h, na Cinemateca de Curitiba.

Dia 03

18h e 20h:

APÃ (PR, 2010 – 21’ - digital). Direção: Pedro Merege e Valêncio Xavier.

Serra do Apã, Apon ou Apã está a apenas cerca de 100 Km de Curitiba e ao mesmo tempo muito longe... Em 1980, Pedro Merege acompanhou Valêncio Xavier quando ele registrou o povo e a terra do Apã. Como não queria que esse registro fosse perdido, Merege voltou lá em 2008, e encontrou e registrou alguns sobreviventes daquele tempo e descendentes de outros já falecidos.

CAROLINA (BR, 2003 – 15’ - digital). Direção: Jeferson De

Brasil. Final dos anos 50. Carolina de Jesus escreve seu diário. Dentro de seu barraco ela denuncia a fome, o preconceito e a miséria. Publicado, torna-se um sucesso editorial, sendo editado em 13 línguas. Apesar do reconhecimento imediato e explosivo, a “exótica” mulher negra e ex-favelada falece pobre. Passadas algumas décadas, as palavras de Carolina continuam a ser uma denúncia contra a miséria em que se encontram milhões de pessoas.

ALMA NO OLHO (BR, 1974 – 12’ - digital). Direção: Zózimo Bulbul

Uma reflexão sobre a identidade negra no Brasil, por meio da mímica e da linguagem corporal, focando a origem africana, a colonização europeia e a libertação proporcionada pela identidade cultural.

ESPAÇO SAGRADO (BR, 1975 – 17’ - digital). Direção: Geraldo Sarno

O filme documenta o espaço sagrado de um candomblé típico do Recôncavo Baiano, com suas diferentes origens e sincretismos entre etnias africanas e indígenas.

Total do programa: 65 minutos

Classificação: 12 anos

Dia 10

18h e 20h:

A NEGAÇÃO DO BRASIL (BR, 2000 – 91’ - digital). Direção: Zito Araújo

Tabus, preconceitos e estereótipos raciais são discutidos a partir da história das lutas dos atores negros pelo reconhecimento de sua importância na história da telenovela, o produto de maior audiência no horário nobre da TV brasileira. O diretor, baseado em suas memórias e em pesquisas, analisa as influências das telenovelas nos processos de identidade étnica dos afro-brasileiros.

Classificação 12 anos

Dia 17

18h:

GATO/ CAPOEIRA (BR, 1979 – 13’ – documentário - digital). Direção: Mário Cravo Neto

Um capoeirista-bailarino nas ruas de Salvador, onde passa por situações que envolvem o mundo popular da cidade e as tradições afro-brasileiras.

ILÊ AIYÊ/ ANGOLA (BR, 1985 – 16’ – documentário – digital). Direção: Orlando Senna

O Carnaval do grupo Ilê Aiyê, organização do bairro Curuzu, Salvador (BA). A música, a religião, a política e a influência desta comunidade negra, 120 anos depois do fim do tráfico de escravos.
NEGROS DE CEDRO (BR, 1997- 17’ - documentário – digital). Direção: Manfredo Caldas.

A lenta agonia de uma comunidade negra em Goiás, que expressa uma altiva consciência de sua negritude por meio dos usos e costumes que procura conservar.
RIO DE MULHERES (BR, 2009 – 21’ – documentário – digital). Direção: Cristina Meure e Joana Oliveira

Em um ambiente muito seco, onde a água é escassa, mulheres vivem entre crianças e outras mulheres.

Classificação 10 anos
Total do programa: 67 minutos

Dia 24

18h e 20h:

CARAS DE UM CARNAVAL (BR, 2010 – 70’ - documentário). Direção: Luciano Coelho

Pouco se fala no Carnaval de Curitiba no cenário nacional, mas o debate dentro da capital paranaense acontece. Diz-se que a cidade não deseja ter a festa carnavalesca. Mas quem são as pessoas que realmente vivem esta celebração? Baseado na pesquisa “A Cidade e suas F(r)estas: O Carnaval Curitibano”, o documentário Caras de um Carnaval apresenta o cotidiano de alguns personagens que fazem parte da festa nos dias que a antecedem. São mestres-salas, porta-bandeiras, passistas, mestres de bateria, foliões, reis, rainhas e princesas que tem seu momento de brilho ao cruzar a passarela desfilando pela sua escola de samba, ou gente comum que se deixa levar pela alegria de um bloco carnavalesco numa cidade em conflito de identidade.

Classificação livre

Ingresso gratuito

De 04 a 07

PANORAMA ALEMÃO

Antecipando as comemorações do Ano da Alemanha no Brasil em 2013, o Goethe-Institut e a agência German Films, em parceria inédita no Brasil e em cooperação com a Cinemateca de Curitiba, trazem à cidade a mostra PANORAMA ALEMÃO, que  reúne a produção cinematográfica da Alemanha.  Na abertura da mostra estarão presentes os diretores Wolfgang Dinslage (FÜR ELISE) e   Sarah Judith Mettke, diretora e roteirista do filme que abrirá  a mostra: TRANSPAPA, de 2012. Ainda estará presente Barbie Heusinger, da agência German Films (www.german-films.de). A agência com sede em Munique, Alemanha, é um centro de informação e aconselhamento para a promoção do filme alemão no mundo todo, tanto para longas-metragens e documentários bem como para filmes de televisão e curtas-metragens.

Dia 04

16h:

TRANSPAPA (2012 - 90’ – drama - digital). Direção: Sarah Judith Mettke

Maren está entrando na adolescência quando sua mãe revela o fato, até então mantido em segredo, que seu pai mudou de sexo e é agora uma mulher. Sem contar a ninguém, ela viaja em segredo para Colônia para encontrar seu pai, que agora se chama Sophia e que quer ser mãe de Maren.

Classificação 12 anos

18h:

LUA CRESCENTE | DREIVIERTELMOND (2011, 85’ – drama - digital)

Direção: Christian Zübert

O mundo de Hartmut Mackowiak, um mal-humorado motorista de táxi, desaba quando sua esposa o deixa após 30 anos de casamento. Ele se vê tendo que organizar novamente sua vida, o que o torna ainda mais solitário. Até o dia em que ele tem como passageiros de seu táxi Hayat, uma menina de seis anos de idade, e sua mãe. Pouco depois, a menina reaparece sozinha e sem falar uma palavra de alemão, procurando ajuda para encontrar a mãe, que a deixou com a avó.

Classificação livre

20h:

PARA ELISE | FÜR ELISE (2012 - 94’ – drama - digital). Direção: Wolfgang Dinslage.

Desde que seu pai morreu, Elise, uma adolescente de 15 anos, vive sozinha com sua mãe, Betty, de 38. Trabalhando como enfermeira, Betty salva a vida dos outros enquanto a dela está em crise. Sua busca por um novo homem sempre acaba em frustração, que ela tenta superar com álcool, festas e relações de uma noite só. Betty perde a noção da vida e o contato com a filha, o que força Elise a começar a agir como uma adulta. Tudo parece ficar bem quando Betty conhece Ludwig. Ela nem desconfia que o verdadeiro objeto do desejo dele é Elise.

Classificação 12 anos

Dia 05

16h:

FORMENTERA (2012 - 93’ – drama - digital). Direção: Ann-Kristin Reyels

Nina e Ben estão juntos há muito tempo e têm uma filha de três anos de idade. As primeiras férias do casal sem a filha os leva à ilha espanhola de Formentera. Desfrutando do sol e do vento mediterrâneo, eles aproveitam o fato de estarem livres das obrigações da vida cotidiana. Mas durante uma festa numa praia, as coisas começam a mudar. Ben flerta com a jovem Mara, e no final da noite, ela e Nina mergulham juntas, e Mara desaparece misteriosamente. Nina e Ben se veem em crise, questionando tudo que em algum momento eles acreditaram. Esse mergulho na crise de um casal tem como maior influência o clássico A Aventura (1960), de Michelangelo Antonioni.

Classificação livre

18h:

PARA ELISE | FÜR ELISE (2012 - 94’ – drama - digital). Direção: Wolfgang Dinslage

Classificação 12 anos

20h:

TRANSPAPA (2012 - 90’ – drama - digital). Direção: Sarah Judith Mettke

Classificação 12 anos

Dia 06

16h:

ALÉM DO HORIZONTE | AM HIMMEL DER TAG (2012 - 89’ – drama - digital)

Direção: Pola Schirin Beck

Lara está insatisfeita com sua vida. Ela tem 25 anos e está prestes a terminar uma faculdade de arquitetura que já não lhe interessa mais. Depois de uma noite inconsequente com sua amiga, Lara engravida. Inicialmente confusa, ela decide se aventurar em ser mãe. Mas a experiência toma um rumo doloroso: Lara aborta no sexto mês. Abalada com a perda desse novo sentido para sua vida, Lara continua agindo como se ainda estivesse grávida.

Classificação 10 anos

18h:

KILL ME | TÖTE MICH (2011 - 91’ – drama - digital). Direção: Emily Atef

Incapaz de se matar, uma adolescente suicida encontra uma solução para seu problema quando encontra um assassino fugitivo que, ferido, se esconde no celeiro de sua fazenda. Ela se oferece para ajudá-lo a se recuperar e a escapar. Em troca, ele promete que vai assassiná-la. Com o acordo selado, a viagem começa.

Classificação livre

20h:

O PERDÃO | GNADE (2011 - 132’ – drama - digital). Direção: Matthias Glasner

Noite polar na beira do mar Ártico. Faz dois meses que o sol não nasce no horizonte. No crepúsculo, no meio da neve e do gelo, uma família exilada alemã tem esperança de recomeçar a vida: Niels, Maria e o filho Markus. Mas logo ao chegar, Niels e Maria sentem que o novo lugar não vai salvar seu relacionamento esgotado. Niels se joga no seu trabalho como engenheiro e num caso amoroso. Maria trabalha horas extras num hospital, e Markus vive as dificuldades da adolescência com os novos colegas. Uma noite, um acidente ocorre e tudo muda, e a tragédia vira um momento decisivo para os três.

Classificação 12 anos

Dia 07

16h:

LUA CRESCENTE | DREIVIERTELMOND (2011 - 85’ – drama – digital)

Direção: Christian Zübert

Classificação livre

18h:

BRUTAL | DIE RÄUBERIN (2011 - 94’ – drama - digital). Direção: Markus-Busch

Thore é um jovem de 15 anos que vive numa pequena vila na ponta norte da Alemanha. No começo do inverno, Tania, uma atriz de 43 anos, viaja até a vila para escapar de sua vida entediante. Eles se encontram, e surge entre eles um vínculo frágil de atração, rejeição e sexo ocasional. Thore revela uma carência em Tania que ela desconhecia. Ela decide então roubar Thore dos pais dele.

Classificação 12 anos

20h:

O PESO DA CULPA | SCHULD SIND IMMER DIE ANDEREN (2012 - 100’ – drama - digital). Direção: Lars Gunnar Lotz

Marga nunca foi muito carinhosa com sua filha, Sofia. Ela tem medos, ressentimentos e não superou a morte do marido, Juris. Depois de anos sem quase nenhum contato com a mãe, Sofia agora tem que tomar conta dela. Marga começa a relatar coisas que aconteceram há muitos anos, coisas que Sofia nunca ouviu falar. Provocada pela suspeita de que os segredos do passado de Marga são importantes para entender o seu próprio, Sofia parte para Riga com sua mãe. Foi lá que Marga cresceu e se casou com Juris. Mas quanto mais Sofia aprende sobre sua mãe, menos ela tem certeza sobre sua própria identidade.

Classificação 12 anos

Dia 08 – 20h

TRILHOS INDEPENDENTES

Mostra de que reúne sete curtas-metragens do jovem cineasta brasileiro, Luccas Soares, que em 2011 viajou pelo mundo buscando uma produção cinematográfica original.

Exibição dos curtas:

PASSAPORTE DOS SONHOS | Passaports and dreams – (EUA)

O curta dialoga com a vida de artistas estrangeiros na cidade de Los Angeles. Pessoas do mundo inteiro concebem nessa cidade a possibilidade das oportunidades. Mas qual seria a verdadeira busca? A fama?

TERMINAL 2 | The airport date – (Brasil)

Um atraso imprevisto gera um encontro inesperado. Dois estranhos compartilham um breve instante no aeroporto e talvez algo mais...

ENDS MEAT (Filipinas)

Desde 1995 foi decretado ilegal o consumo de carne canina na cidade de Manila nas Filipinas. Porém, um homem precisa decidir entre o certo e o errado para sobreviver e poder sustentar a família.

DE UM NOVO FERNANDO PARA O BRASIL | From a new Fernando to Brasil  (Tailândia)

Em Tocantins, filho de mãe solteira, nasce o menino Fernando Renny de Oliveira. O documentário conta a história do hippie brasileiro que adotou um novo estilo de vida para viajar o mundo vendendo seus artesanatos.

BOJOU (Japão)

Sobre a atmosfera da terrível tragédia do Tsunami no Japão, o filme conta a história do amor de um casal que lutou até o fim para sobreviver em tais circunstâncias.

ALEGORIAS DE NÓS | Allegories of us  (Austrália)

A sociedade sempre foi um assunto muito delicado. Vivenciamos farsas e mentiras a todo instante, vestindo máscaras a humanidade segue um fluxo confuso. O filme “Alegorias de Nós” faz uma crítica à sociedade atual por meio de símbolos e alegorias.

AUSÊNCIA DE NÓS | Ausence of us (Brasil)

A busca incessante por perguntas sem respostas pode gerar consequências graves, principalmente para pessoas vulneráveis. A ausência do amor ou a dúvida existencial é capaz de tirar qualquer homem do controle.

Classificação 12 anos

Ingresso gratuito

Cinemateca

Rua Carlos Cavalcanti, 1174, São Francisco

Horário de funcionamento: segunda a sexta-feira, das 9h às 12h e das 14h às 22h30. Sábados e domingos, das 14h30 às 22h30.

Informações: (41) 3321-3252