terça-feira, 30 de junho de 2015

Pitty se apresenta no Audio Club dia 04 de julho



Há praticamente um ano rodando o país com o show “SETEVIDAS”, lotando os lugares por onde passa e sempre elogiados pela performance ao vivo, Pitty e sua banda estão mais afiados do que nunca. Eles voltam a São Paulo neste sábado, dia 04 de julho, para apresentar um show ainda melhor do que o de estreia, no ano passado. Além do repertório de “SETEVIDAS”, relembram sucessos de sua carreira.

No novo disco, Pitty traz os característicos riffs de guitarra, bateria pesada e seu vocal inconfundível. As músicas são todas autorais e as letras tratam de temas como superação, resiliência e outros. No repertório estão as músicas do novo trabalho, como “Boca Aberta”, “Serpente”, “Pouco” e “Setevidas”, além de vários outros sucessos de sua carreira. 

Pitty sobe ao palco acompanhada de sua banda formada por Martin Mendonça (guitarra), Duda Machado (bateria), Gui Almeida (baixo) e Paulo Kishimoto (lap steel, moog e percussão).

O show começará pontualmente às 23h e será especial, pois terá transmissão ao vivo do Multishow, pela TV e pelo site do canal.

Serviço
Show: Pitty - “SETEVIDAS”
Data: 04 de julho (sábado)
Local: Audio Club
Endereço: Av. Francisco Matarazzo, 694 - Barra Funda - São Paulo/SP
Horário: 23h
Ingressos: Pista R$100 (inteira) / R$50 (meia)
Ingressos à venda na bilheteria da Audio Club das 13h às 20h de segunda a sábado
Informações: (11) 3862-8279 / 3862-8224
Classificação etária: Proibida a entrada de menores de 18 anos
Capacidade: 3.000 pessoas

quarta-feira, 24 de junho de 2015

MÚSICAS DA ÉPOCA DA DITADURA MILITAR GANHAM HOMENAGEM NA CAIXA CULTURAL CURITIBA



Trio de cantoras goianas apresenta show Pra não dizer que não falei das flores e revisita clássicos da MPB de 3 a 5 de julho

A CAIXA Cultural Curitiba apresenta o show Pra não dizer que não falei das flores, com apresentações entre 3 e 5 de julho. Como o nome do espetáculo sugere, a apresentação é uma homenagem à produção musical brasileira durante o período da ditadura militar, de 1964 a 1985. Canções de grande repercussão, como o clássico homônimo de Geraldo Vandré, ganham nova roupagem nas vozes das cantoras goianas Christina Guedes, Fernanda Guedes e Ingrid Goldfeld.

Acompanhado por sua banda, o trio apresenta músicas daquela época, mas que ainda hoje estão fortemente marcadas na memória do brasileiro. Chico Buarque, um dos compositores que driblava a censura com suas letras carregadas de metáforas, é lembrado no repertório com CáliceApesar de vocêRoda viva e Acorda amor, entre outras. O público também poderá cantar junto Opinião (Zé Keti), O Bêbado e o equilibrista (João Bosco e Aldir Blanc), Panis et circenses (Caetano Veloso e Gilberto Gil), Hoje (Taiguara), Ponteio (Edu Lobo) e Cartomante (Ivan Lins e Victor Martins).

Os pouco mais de 20 anos de regime militar no Brasil viram nascer canções que mudaram os rumos da música popular. O golpe militar de 1964 instaurou uma forte censura, praticada por meio dos Atos Institucionais, criados para aumentar a repressão do Estado sobre a população ou qualquer manifestação que fosse contrária ao governo imposto no país. Não demorou para a música estar entre os principais alvos dos censores.

Nem todas as canções foram criadas como forma de protesto, embora tivessem forte teor político e social. Por sua relevância no contexto político cultural, no entanto, tiveram grande importância como legado musical de qualidade, inteligência, bravura e transgressão à ordem vigente daqueles tempos de chumbo.

As vozes
As cantoras Christina Guedes, Fernanda Guedes e Ingrid Goldfeld são goianas, assim como a banda que as acompanha. Elas possuem vários discos solo gravados e participam ativamente do movimento artístico e dos festivais tradicionais de Goiás. Como resultado da afinidade pessoal e musical entre elas, foi criado o Grupo Coralinas, com o qual já apresentaram os projetos Vinícius... Se todos fossem iguais a vocêOutros tons e Palavra de mulher – este último registrado em DVD e exibido atualmente no Canal Brasil. A banda é formada por Marcelo Maia (direção musical, arranjos e baixo elétrico), Fred Valle (bateria), Dimar Viana (violão e guitarra) e Henrique Reis (teclado e sanfona).
 

Serviço:
Música: Pra não dizer que não falei das flores
Local: CAIXA Cultural Curitiba - Rua Conselheiro Laurindo, 280 – Centro – Curitiba (PR)
Data: 3 a 5 de julho de 2015
Hora: sexta-feira e sábado, às 20h. Domingo, às 19h
Ingressos: vendas a partir de 27 de junho (sábado). R$ 20 e R$ 10 (meia - conforme legislação e correntistas que pagarem com cartão de débito CAIXA. A compra pode ser feita com o cartão vale-cultura)
Bilheteria: (41) 2118-5111 (de terça a sábado, das 12h às 20h. Domingo, das 16h às 19h)
Classificação etária: não recomendado para menores de 10 anos
Lotação máxima: 125 lugares (2 para cadeirantes)

Otto estreia nova turnê




Show chega a São Paulo dias 26, 27 e 28 de junho no Sesc Pinheiros

Otto é um emblemático músico brasileiro que muito contribui, desde o final dos anos 90, com a renovação e experimentação na música contemporânea. Após cinco discos lançados; “Samba Pra Burro” (1998), “Condom Black” (2001), “Sem Gravidade” (2004), “Certa Manhã Acordei de Sonhos Intranquilos” (2009) e “The Moom 1111” (2013) e mais de 70 músicas gravadas, dentre álbuns solo e projetos paralelos, o cantor e compositor pernambucano prepara uma turnê resgatando canções de sua discografia que normalmente não costumam aparecer no set list de seus shows.

Batizada de “Recupera”, a turnê tem direção artística e concepção do próprio Otto, começa em Piracicaba dia 24 de junho e chega em São Paulo em seguida, dias 26, 27 e 28 de junho no Sesc Pinheiros, com o repertório fresco. “São canções que o público me pede há tempos. Então decidi montar um show completo com várias dessas músicas. O bis deixo livre pro que vier na hora” - afirma Otto. As músicas ganharão novos arranjos. “Será um novo show, novo conceito, luz, cenário, um Otto revisitado, recuperando”. Não poderá faltar nesse novo repertório, canções tal como “O Que Dirá O Mundo”, “Distraída Pra Morte”, “Tento Entender”, “Lágrimas Negras”, “Quem Sabe Deus”, e “Indaguei a Mente”, dentre outras pérolas.

Otto será acompanhado pela sua espetacular Jambro Band: Guri (guitarra), Junior Boca (guitarra), Carranca (bateria), Rian (baixo), Marcos Axé (percussão), Malê (percussão) e Bactéria (teclado).

Serviço
Show: Otto Recupera
Data: 26, 27 e 28 de junho
Local: Sesc Pinheiros (Rua Pais Leme, 195 – Pinheiros – São Paulo/SP)
Horário: sexta e sábado às 21h e domingo às 18h
Preço: de R$15 à R$50
Censura: Não recomendado para menores de 10 anos
Capacidade: 1.010 pessoas
Duração: 90 minutos

Troca de objetos e afetos na Fundação Ema Klabin


Durante a Feira de troca, o visitante pode conhecer o rico acervo da casa-museu e assistir ao show de Rafael Elfe & os Fantasmas do Porão



Feira de trocas acontece no lindo jardim da casa-museu que leva a assinatura de Burle Marx

 No dia 27 de junho, das 14 às 16h30, a Fundação Ema Klabin promove a Quinta Edição da Feira de Trocas.  O projeto Miudezas convida o visitante a trocar pequenos objetos de afeto que queiram compartilhar com outros participantes. Haverá também atividades poéticas propostas pelo setor educativo.


“ A escolha de qual miudeza será trocada é livre, pode ser um brinquedo, uma pedra, um livro, um poema.  O objeto apenas precisa ter um significado, uma história afetuosa a ser partilhada”, explica a educadora da Fundação Ema Klabin, Paloma Durante.

Muitos objetos já estão na Fundação Ema Klabin esperando por um novo dono e com uma história para compartilhar. É possível encontrar peças inusitadas como um metrônomo, um talher de escoteiro, colares, brinquedos e outras miudezas. 
Visita ao acervo e show:

Durante a Feira de trocas, a Casa Museu estará aberta para visitação.  A Fundação Ema Klabin abriga um valioso acervo de mais de 1.500 obras, entre pinturas do russo Marc Chagall, do holandês Frans Post, talhas do mineiro Mestre Valentim, mobiliário, peças arqueológicas e decorativas.

Após a Feira, às 16h30, o público pode conferir, também com entrada franca, o show com o grupo Rafael Elfe & os Fantasmas do Porão.

Serviço:

Feira de Troca: Projeto Miudezas

Data: 27 de junho

Horário: das 14 às 16h30

Indicação: A partir dos 7 anos

Entrada franca

Fundação Ema Klabin

Endereço:  Rua Portugal, 43, Jardim Europa, São Paulo

 http://emaklabin.org.br/   

série Estudos do direito e política | Casa de Rui Barbosa 25.06



BAILE DO PIRATA TRAZ BUCHECHA E CLIMA DO RIO A CURITIBA


 
O empresário Luis Eduardo Motta, mais conhecido como Pirata, comemora seu aniversário com uma festa fechada nesta quinta-feira (25/6) no Bar +55, do qual é um dos sócios. Consagrado por realizar festas de grande sucesso, ele traz para Curitiba nesta edição um pouquinho do clima de celebração característico de sua terra natal, o Rio de Janeiro. Na linha de frente, o evento traz um show do cantor Buchecha, integrante da inesquecível dupla Claudinho e Buchecha, e mais o DJ de funk Tartagura, conhecido pela participação no programa de Regina Casé e por tocar em festas descoladas por todo o país.
 
Além deles, a noite terá discotecagem de música eletrônica com Edo Krause e Douglas Brandalise. Os convites serão no formato abadá, com modelos para eles e para elas. Prometem ser disputadíssimos.
 
BAILE DO PIRATA
 
Festa fechada – convites dirigidos
Data e horário: Quinta-feira (25/6), a partir das 21h.

Evento na Cinemateca reúne profissionais de literatura, cinema e quadrinhos



            A Cinemateca de Curitiba será o palco, neste fim de semana (25 a 28), da segunda edição do evento “Mondo Estronho”, que tem como principal objetivo a aproximação de público e de profissionais das áreas de literatura, cinema e quadrinhos. O evento terá mostra de filmes, exposições, lançamentos literários, palestras e bate-papos, com a participação de mais de 40 convidados, entre escritores, cineastas, atores, ilustradores, músicos e quadrinistas de várias partes do Brasil. A entrada é gratuita.
            O destaque da programação é a mostra de cinema independente com 34 curtas-metragens, três médias-metragens e sete longas-metragens, sob a curadoria de Otávio Pereira. Durante todo o evento acontecem também a Feirinha de Livros e DVDs, e as exposições “Sombras”, com ilustrações de Leyla Buk, e “Casa do Macaco”, de itens da coleção de Saulo Adami sobre “O Planeta dos Macacos”. O “Mondo Estronho 2” terá ainda a entrega do prêmio para a “Miss Zombie Curitiba”. O concurso foi lançado durante a Zombie Walk Curitiba, no Carnaval.
O evento é organizado pela Editora Estronho e conta com o apoio da Fundação Cultural de Curitiba e da Cinemateca. A programação completa pode ser encontrada no site: www.mondoestronho.com.br.


Serviço:
Mondo Estranho 2 - Exibição de filmes, feira de livros e DVDs, exposições e premiação da “Miss Zombie Curitiba”.
Local: Cinemateca de Curitiba – R. Carlos Cavalcanti, 1174 – São Francisco
Datas e horários: de 25 a 28 de junho de 2015, a partir das 14h
Entrada franca.
Programação completa no site www.mondoestronho.com.br

CURSOS INTENSIVOS DE ARTE E CULTURA MOVIMENTAM FÉRIAS DO SOLAR DO ROSÁRIO


 
Os cursos de férias do Solar do Rosário oferecem ótimas oportunidades para aproveitar julho estudando arte e cultura. Intensivos, os cursos têm aulas no próximo mês, alguns começando já no dia 1º e contando com renomados professores. A artista plástica Uiara Bartira, por exemplo, comanda a oficina de Xilogravura.

Consagrada na gravura, Uiara também trabalha com pintura e desenhos em seus trabalhos, que realiza há mais de 30 anos. Além da formação em pintura pela Escola de Música e Belas Artes do Paraná, fez uma especialização em gravura e desenho na The Art Students League, e fotogravura no Bob Blackburn Workshop em Nova York. Responsável pela formação de diversos professores e artistas, implantou oficinas na Casa da Gravura em 1980 e no Museu da Gravura de Curitiba entre 1989 e 93. Em seu curso, que acontece em todas as quartas-feiras de julho a partir do dia 1º, Uiara ensina a linguagem, o processo e o uso de instrumentos na construção da imagem gravada, bem como a pensar nos espaços em branco, preto e cinza das imagens. A oficina completa tem investimento de R$ 230.

Os fãs de cinema podem mergulhar no mundo de Ingmar Bergman com um curso todo dedicado ao cineasta sueco, ministrado por Jul Leardini. Quatro encontros, de 20 a 24 de julho (segunda a sexta), das 19h às 22h, discutem a vida e a obra de Bergman, passando por todos os seus filmes. Seu trabalho meticuloso e estilo próprio é um marco do cinema mundial, ganhando toda a atenção nas aulas de Leardini. O professor conta com extensa formação e experiência na área cultural, tendo lecionado Cinema, Teatro e Filosofia, além de palestras em Marketing Cultural, além de atuar na política cultural da cidade passando pelo Fórum das Entidades Culturais de Paraná e tendo sido diretor da Associação Profissional dos Artistas Plásticos. O investimento para este curso é de R$ 240.

Leardini também ministra o curso Como Elaborar Projetos Culturais, entra os dias 6 e 9 (segunda a quinta). São dois horários, das 8h30 às 12 ou das 19h às 22h, com investimento de R$ 340. No curso, o professor aborda conteúdos teóricos e práticos que possibilitem ao aluno desenvolver o próprio projeto. Leardini cita editais de cultura como Lei Rouanet, Lei Municipal de Incentivo à Cultura de Curitiba, Lei do Audiovisual e Lei Estadual de Incentivo à Cultura do Paraná, entre outras.

Os amantes da Fotografia podem participar de um curso básico intensivo com Brasílio Wille. Os participantes devem levar suas câmeras digitais para aprender conceitos como balanço de branco, modo de exposição manual e como utilizar os acessórios da máquina para alcançar melhores resultados nas imagens. Com investimento de R$ 590, o curso acontece entre os dias 6 a 10 de julho (de segunda a sexta), das 9h às 12h. Com mais de 30 anos de experiência, Wille fotografou de espetáculos teatrais (como Teatro Bolshoi no Brasil) e imagens impressas em livros (“Pintores Contemporâneos do Paraná” e “Por que Pintura”, ambos lançados pelo Solar do Rosário), e foi publicado e homenageado em revistas como Desktop e Fotografe Melhor.

CURSOS CONTÍNUOS
O Solar do Rosário conta ainda com cursos contínuos de artes plásticas, como ateliês, aulas de desenho e preparatório para vestibular. Ana Muller ministra o ateliê de Aquarela, que acontece às quartas-feiras das 17h às 19h, com mensalidade a R$ 195. Uiara Bartira dá aulas no Ateliê de Pintura em aulas semanais, com opções às segundas-feiras das 15h às 17h, ou às quartas das 10h às 12h. O valor é o mesmo.

Já o ateliê permanente de técnicas de Pintura, com Carla Schwab, tem três opções de horário: às quartas das 14h às 17h, às sextas das 9h às 12h ou sextas das 14h às 17h. Técnicas a óleo, acrílica e encáustica, entre outras, são ensinadas no curso - R$ 195 por mês. Lélia Brown ensina Desenho e Figura Humana no Solar do Rosário, sempre às quintas das 14h às 17h. Mensalidade: R$ 195.

Para os jovens, há duas opções de aulas de desenho. O curso infanto-juvenil de Mangá, ministrado por Gustavo Melo, ensina a criar personagens e colocá-los no papel, com aulas aos sábados das 10h30 às 12h. Mensalidade: R$ 195. Já Desenho Infantil busca desenvolver os talentos para o desenho de crianças a partir de cinco anos de forma expressiva. Ministrado por Vanessa de Lara, o curso com mensalidade de R$ 195 acontece aos sábados das 9h às 10h30.

O curso de Mosaico Artístico acontece às terças-feiras das 13h às 17h, apresentando técnicas modernas para esta arte milenar. A mensalidade é de R$ 215 nesta atividade desenvolvida por Solange Chadai. Gianna Roland ensina Desenho e Pintura para iniciantes no Solar, às segundas das 19h às 21h. São técnicas para desenho em carvão, bico de pena, lápis de cor e aquarela, entre outros. A mensalidade é de R$ 195.

Para os vestibulandos de cursos que exigem desenho nas provas, como Artes Plásticas, Design e Arquitetura e Urbanismo, há duas opções de horários para aprimorar suas técnicas. Na parte da tarde, nas quintas das 14h às 17h, Lélia Brown ministra o curso, enquanto nas segundas-feiras à noite, das 19h às 21h, a responsável é Gianna Roland. A mensalidade para qualquer horário é R$ 215.
 
SOLAR DO ROSÁRIO
Secretaria de segunda a sexta-feira, das 9h às 20h e sábado das 9h às 13h
R. Duque de Caxias, 4 – Centro Histórico – Curitiba
Informações: (41) 3225-6232

MÚSICA AUTORAL DO TRIO CORAÇÃO MAMBEMBE NO PALCO DA FNAC NESTA QUARTA


 
A mescla de vertentes da música brasileira e mundial são o ponto de partida das canções do Trio Coração Mambembe, que sobe ao palco da Fnac Curitiba nesta quarta-feira (24/6), às 19h30. A mistura de linguagens dos músicos em busca de um som autoral e original vai à raiz dos estilos mais clássicos e populares. Referências ao baião nordestino, ao chamamé da Bacia do Prata e a valsa francesa, entre outras viagens sonoras, estão presentes no repertório do grupo. O evento tem entrada gratuita.
 
O Trio Coração Mambembe é formado por Mirela Fortunatti (flauta transversal), Guilherme Silveira (violão de sete cordas e bandolim) e Daian Gobbi (acordeon/bayan). As apresentações vêm emocionando o público com uma música instrumental elaborada e ao mesmo tempo, simples, intimista. O Coração Mambembe vem se destacando com shows não só em Curitiba, como também em outras cidades do Sul. As canções próprias do grupo, formado em 2013, embalam o público em uma emocionante apresentação.
 
TRIO CORAÇÃO MAMBEMBE NA FNAC CURITIBA
Data: Quarta-feira, 24 de junho
Horário: a partir das 19h30
Entrada franca
Endereço: ParkShopping Barigüi - Rua Prof. Pedro Viriato Parigot de Souza, 600 – Ecoville

Programação semanal James de 24 a 27 de Junho

PROGRAMAÇÃO DA SEMANA

DE 24 A 27 DE JUNHO


QUARTA 24.jun: 22h
Lançamento do CD “How Big, How Blue, How Beautiful”, da banda Florence & the Machine.
DJs residentes Ale Dantas, Claudinha Bukowski e Pablo Busetti.
DJs convidadas Renata Worst e Jéssica Luiza Mattia.
CARDÁPIO JACK NIGHT’s em dobro, entre 24h e 2h.
DOUBLE DRINK de destilados nacionais, até 24h.
50% DE DESCONTO na entrada, até 23h.
R$15


QUINTA 25.jun: 22h
Música sem data, sem rótulo, mas dançante e cantante pra ficar na pista até cansar.
DJs Georgia Settanni, Karin Braun, Hermes A. Pons e Eduardo Quagliato.
PROMOÇÕES, no evento da festa, no Facebook.
R$ 15.


SEXTA 26.jun: 22h
IN NEW MUSIC WE TRUST
DJs Denis Pedroso, Duda Rezende e Thiago Gusman (Warm Up).
DJ convidado Hermes Pons.
COCKTAIL NO LOUNGE entre as 22h e 24h.
SORTEIO DE VIPS, no evento e fanpage da festa, no Facebook.
R$ 24.


SÁBADO 27.jun: 22h
POP LINE
DJs residentes Ale Dantas, Celso Ferreira e Denis Pedroso
DEGUSTAÇÃO DE DRINKS ao longo de toda a noite.
SORTEIO DE VIPS + DRINKS com participação na fanpage do Facebook, ao longo da semana.
R$ 30.


* Todas as infos e releases sobre nossa programação estão disponíveis em nosso site www.barjames.com.br.
*PROGRAMAÇÃO SUJEITA A ALTERAÇÃO SEM AVISO PRÉVIO.

segunda-feira, 22 de junho de 2015

Crescimento e emprego industrial caem, enquanto inflação volta a subir

O aprofundamento do processo recessivo deflagrado desde o início do ano parece estar alcançando seu pico nesta metade de 2015, com os indicadores de emprego e crescimento econômico apresentando queda acentuada nos mês de abril. Segundo o Banco Central, o IBC-Br (uma espécie de prévia do crescimento do PIB calculado pelo BC) apresentou retração de 0,84% em abril, após ter registrado queda de 1,51% em março. Esta queda foi mais uma vez puxada pela retração na indústria e superou negativamente as expectativas médias dos analistas, que esperavam queda de 0,4%. Na série acumulada em doze meses, a queda da atividade já soma 1,38%. Outro dado que foi divulgado nesta manhã pelo IBGE se refere ao emprego industrial, que apresentou retração de 0,9% em relação à março, somando queda de 4,1% no acumulado de doze meses. Todos os dezoito setores pesquisados apresentaram queda no emprego, com destaque para meios de transporte, máquinas e equipamentos e produtos de metal, onde a queda superou 10%. Por fim, os dados prévios da inflação do mês de junho apresentam forte aceleração. De acordo com o IPCA-15 do IBGE, os preços subiram 0,99% entre os dias 15 de maio e 15 de junho, com destaque para a aceleração do preço de alimentos (que subiu 1,21%, puxado pela alta de mais de 40% na cebola e de 13% do tomate) e jogos de azar, que aumentaram 37,77% devido ao aumento das apostas nas loterias. O resultado superou as estimativas médias dos analistas, que esperavam alta de 0,82%, e alçou o acumulado de doze meses do índice para 8,80%

Comentário: O quadro de deterioração dos principais indicadores econômicos pressiona o governo em sua estratégia de ajuste, tendo em vista que, até o momento, nenhum dos resultados positivos esperados do ajustamento é visível. Para agravar o cenário, o quadro projetado até o final do ano não é propriamente de reversão destas tendências: o crescimento deve permanecer no campo negativo, encerrando o ano próximo de uma queda de 1,5%; o emprego industrial segue ameaçado, em particular com a queda de vendas das montadoras e a perspectiva de reconstituição dos impostos sobre a folha de pagamentos. Por fim, a inflação deve prosseguir acima da meta até meados de 2016, iniciando um período de desaceleração no segundo semestre deste ano graças ao processo recessivo enfrentado pela economia. O que fica evidente, no entanto, é que os mecanismos de indexação seguem fortes na economia brasileira, que demora a observar sua inflação se reduzir mesmo após diversos meses de queda no emprego e na atividade. O preço a se pagar pela atual estratégia de combate a carestia é por demais elevado do ponto de vista social, devendo ser discutidas estratégias alternativas de combate à inflação, que priorizem o aumento da oferta (em particular de alimentos), da produtividade e a redução da indexação.

Fundação abre consulta pública para o “Edital – Livre” do Fundo Municipal da Cultura



A Fundação Cultural de Curitiba abriu nesta sexta-feira (18) a consulta pública para o “Edital – Livre” do Fundo Municipal da Cultura. A consulta estará disponível até as 12 horas do dia 29 de junho de 2015. As sugestões e os comentários podem ser preenchidos em formulário on line no site da Fundação Cultural de Curitiba, no link Lei de Incentivo, menu Consultas Públicas http://www.fundacaoculturaldecuritiba.com.br/leideincentivo/fmc-consultas-publicas .

Serão contemplados projetos nas áreas das artes e da cultura: música; artes cênicas, compreendendo teatro, dança, circo e ópera; audiovisual – cinema, vídeo, internet, televisão e rádio; literatura; artes visuais – fotografia, artes plásticas, design e artes gráficas e tecnológicas; patrimônio histórico, artístico e cultural; folclore, artesanato, cultura popular e demais manifestações culturais tradicionais, contempladas pelo Programa de Apoio e Incentivo à Cultura, mediante o custeio de despesas decorrentes do projeto, para cachês, passagens, hospedagens, alimentação, transportes, aquisição de material de consumo, locações de equipamentos e serviços.
O valor total disponível para o Edital será definido pela Secretaria Municipal de Finanças até a publicação do texto final. O valor mínimo para os projeto será de R$ 5 mil e o valor máximo de R$ 50 mil.

Inscrição online – Para facilitar o processo de inscrição, a Fundação Cultural de Curitiba e a Secretaria de Estado da Cultural estabeleceram uma parceria para o uso do SISPROFICE, sistema desenvolvido pela Celepar para o Programa Estadual de Fomento e Incentivo à Cultura do Paraná. As inscrições serão realizadas exclusivamente pelo sistema e o link para o cadastro dos projetos estará disponível na publicação do Edital.

Cursos do Museu da Gravura são opção para as férias de julho



O Museu da Gravura Cidade de Curitiba – Solar do Barão promove em julho cursos intensivos de férias de gravura em metal, serigrafia e litografia. As inscrições estarão abertas a partir de 22 de junho. O período de aulas vai de 6 a 31 de julho. Para a gravura em metal há duas opções: um dos cursos enfatiza, além das práticas tradicionais, as técnicas de “chine colée” e “marmorizado”. No caso da litografia, também são dois cursos, sendo que em um deles haverá abordagem sobre a técnica litográfica da policromia, que utiliza a sobreposição de duas ou mais cores.
Inscrições e informações podem ser obtidas na secretaria de cursos do Museu da Gravura – Solar do Barão (R. Carlos Cavalcanti, 533), pelos telefones (41) 3321-3373 e 3321-3277, ou pelo e-mail odsantos@fcc.curitiba.pr.gov.br. Confira mais informações sobre os cursos:
GRAVURA EM METAL
Curso intensivo 1
Orientador: Maikel da Maia 
Ementa: práticas de gravura em metal
Dias e horários: Curso 1 – 2ª a 6ª feira das 09h às 12h
Curso 2 – 2ª a 6ª feira das 14h às 18h
Valor: R$ 60,00
Curso intensivo 2
Orientadora: Jessica Luz
Ementa: práticas de gravura em metal / chine colée e marmorizado 
Dias e horários: 2ª, 4ª e 5ª das 19h às 22h
Valor: R$ 60,00
SERIGRAFIA
Curso intensivo
Orientadora: Cyntia Werner
Ementa: práticas de serigrafia à base d´água
Dias e horários: 3ª, 4ª e 5ª feira das 19h às 22h 
Valor: R$ 90,00

LITOGRAFIA
Curso 1
De 07 a 16 de julho
Orientadora: Maria Lucia de Julio
Ementa: Prática da técnica litográfica da policromia, que utiliza a sobreposição de duas ou mais cores, visando desenvolver processo artístico e criativo. Dirigido a jovens, adultos, estudantes, artistas ou apreciadores de arte. O curso oferece suporte para desenvolvimento e análise crítica do trabalho.
Dias e horários: 3ª e 5ª das 14h às 18h
Valor: R$ 60,00
Curso 2
Orientadora: Stely Marchesini
Ementa: Práticas de litografia. Dirigido a jovens, adultos, estudantes, artistas ou apreciadores de arte. 
Dias e horários: 2ª, 4ª e 6ª das 14h às 18h
Valor: R$ 60,00

sexta-feira, 19 de junho de 2015

Zeca Baleiro apresenta músicas de Zé Ramalho em show no Teatro Guaíra



Músico faz show de lançamento do disco e DVD "Chão de Giz" em Curitiba no dia 21 de junho

Zeca Baleiro nunca escondeu a admiração que tem por um dos ícones da música brasileira, Zé Ramalho. A identificação é tanta que o maranhense resolveu gravar um CD e DVD apenas com canções escritas pelo ídolo. Batizado de "Chão de Giz - Zeca Baleiro Canta Zé Ramalho", o novo trabalho será lançado em show em Curitiba no dia 21 de junho, domingo, no palco do Teatro Guaíra. Os ingressos estão à venda na bilheteria do teatro e pelo Disk Ingressos.

"É muito bom ter a chance de dedicar um show inteiro à obra de um ídolo como o Zé", comenta Baleiro. "É um trabalho instigante e prazeroso. Certos pontos de contato foram se revelando aos poucos, durante os ensaios e as apresentações. E isso é bonito de ver", completa o músico, que celebra os 40 anos de carreira de Zé Ramalho. Concebido inicialmente em 2013 como um show apresentado em algumas cidades do Brasil, o projeto ganhou força e transformou-se em CD e DVD neste ano.

O público curitibano terá a oportunidade de ouvir grandes sucessos, como “Chão de Giz”, “Vila do Sossego”, “Taxi Boy”, “A Terceira Lâmina”, “Eternas Ondas” e “Avohai” na voz e no estilo de Zeca, além de “Rei do Rock”, criada em parceria com o próprio Zé Ramalho. Algumas surpresas também farão parte do repertório. A banda de Zeca Baleiro é formada por Tuco Marcondes (guitarras e vocais), Fernando Nunes (baixo), Pedro Cunha (teclados, samplers, sintetizadores e acordeon), Adriano Magoo (teclados, samplers, sintetizadores e acordeon) e Kuki Stolarski (bateria e percussão).

Nordeste em comum

Zé Ramalho e Zeca Baleiro são do Nordeste. Apesar da origem comum, a diversidade da região possibilita que ambos localizem-se em diferentes universos musicais. Natural de Brejo da Cruz, na Paraíba, Zé Ramalho foi influenciado pela obra de Luiz Gonzaga. Com um tom épico e apocalíptico, começou a fazer sucesso nacional em 1978, ano de lançamento do seu primeiro álbum, que continha clássicos como "Avohai", "Chão de Giz" e "Vila do Sossego". Com mais de 30 discos lançados, já foi chamado de "profeta do sertão" e "Bob Dylan da caatinga".

Zeca Baleiro é natural de São Luis, mas foi criado em Arari, no interior do Maranhão. Começou a se destacar entre os grandes nomes da música brasileira em 1997, com o lançamento do primeiro álbum, "Por Onde Andará Stephen Fry?". Se por um lado mostra versatilidade em suas composições – conciliando canções de lirismo mordaz, temas de ritmos regionais, samba, reggae e blues –, paralelamente, revelou-se um sagaz intérprete de obras alheias – talento que poderá ser comprovado no show que apresenta no Teatro Guaíra.

Serviço:
Show: Chão de Giz - Zeca Baleiro canta Zé Ramalho
Dia 21 de junho, domingo, às 21h
Local: Teatro Guaíra - R. XV de Novembro, 971, Centro
Ingressos: Plateia R$ 180 (R$ 90 meia), 1o. balcão R$ 140 (R$ 70 meia), 2o. balcão R$ 120 (R$ 60 meia)
Bilheteria do Teatro Guaíra: de segunda a domingo, das 10h às 22h
Disk Ingressos: www.diskingressos.com.br / (41) 3315-0808

VIOLÃO FLAMENCO COM TOQUE BRASILEIRO É ATRAÇÃO NA CAIXA CULTURAL CURITIBA


Radicado na Espanha há quase 30 anos, paranaense David Tavares apresenta-se, no dia 23 de junho, pela Série Solo Música

A CAIXA Cultural Curitiba apresenta, no dia 23 de junho (terça-feira), o concerto de violão flamenco de David Tavares. Radicado na Espanha e especialista no instrumento, o paranaense integra a programação da Série Solo Música.

Nascido em Guarapuava, Tavares deixou o Brasil, em 1987, rumo a Madrid, capital espanhola, para estudar violão flamenco. Tendo Paco de Lucia (1947-2014) como principal referência, a intenção dele era dominar o gênero musical que havia se tornado sua paixão. Quase três décadas depois, David continua residindo na capital espanhola e traz em sua música algo que o flamenco conquistou após a atuação de Paco: tornou-se linguagem universal.

O flamenco é música, canto e dança e tem origem nas culturas cigana e mourisca, principalmente da região da Andaluzia, na Espanha. É um dos símbolos da cultura espanhola e, em 16 de novembro de 2010, tornou-se patrimônio imaterial da humanidade. Em termos musicais, sua explosão mundial teve seu estopim com os discos de Paco de Lucia, ícone do gênero desde a segunda metade dos anos 1960.

No recital, Tavares faz uma homenagem ao violão flamenco dos séculos 20 e 21 e traz obras de compositores do calibre de Paco de Lucia Estevan de San Lucar (1910-1989), Mario Escudero (1928-2004) e Salvador Gutierrez (1970). O show também incluirá composições próprias e de autores brasileiros como Murillo da Rós e Fernando Deghi. O programa passeará por ritmos diversos que formam o flamenco, entre eles a granaína, o soleares, a buleria e a alegria.

Um brasileiro em Madrid
David Tavares nasceu em Guarapuava, interior do Paraná. Estudou violão com Valdomiro Prodóssimo em Curitiba e, em 1987, viajou a Madrid para estudar violão flamenco com Oscar Herrero, que mais tarde o convidou para participar das suas turnês. Desde então, tem participado em várias turnês e gravações de artistas como Diego el Cigala, Pasión Vega, Carmen Linares, Pastora Soler, Victoria Abril, Carlos Cano, Azucar Moreno e Joaquin Cortes. Subiu ao palco, também, para acompanhar Jorge Benjor, Maria Creuza, Gilberto Gil, Naná Vasconcelos e Armandinho Macedo em shows na Espanha.

O violonista participou de festivais importantes, entre eles o Yamaha Music Quest (Japão), Womad (Caceres), Cannes Guitarre Pasión (França), Festival de Guitarra de Córdoba, Festival de Guitarra de Rabat (Marrocos) e Percpan (Salvador). Trabalhou como produtor musical em discos de vários artistas como Corto García, Beatrice Binotti, Paul Velmore y Fernando Cea e Eliza Borges. Em 2002, lançou o primeiro disco, Un brasileño en Madrid,com a participação de vários artistas de flamenco. Três anos depois, foi a vez do DVD gravado em concerto ao vivo no Palácio Real de Madrid. Seu mais recente álbum, Un toque de color, é recheado por uma trabalho autoral que mescla as músicas brasileira e flamenca


Serviço:
Música: Série Solo Música apresenta David Tavares (violão flamenco)
Local: CAIXA Cultural Curitiba - Rua Conselheiro Laurindo, 280Centro
Data: 23 de junho de 2015 (terça-feira)
Hora: 20h
Ingressos: vendas a partir de 20 de junho (sábado). R$ 10 e R$ 5 (meia - conforme legislação e correntistas que pagarem com cartão de débito CAIXA. A compra pode ser feita com o cartão vale-cultura)
Bilheteria: (41) 2118-5111 (de terça a sábado, das 12h às 20hDomingo, das 16h às 19h)
Classificação etária: livre para todos os públicos
Lotação máxima: 125 lugares (2 para cadeirantes) 

DESTAQUES DO BLUES INTERNACIONAL SE APRESENTAM NA CAIXA CULTURAL CURITIBA



Nuno Mindelis e Flávio Guimarães levam seus recentes trabalhos ao palco de 25 a 28 de junho

A CAIXA Cultural Curitiba apresenta dois músicos consagrados no show Blues Brasil: Nuno Mindelis, apontado pela crítica especializada como um dos maiores guitarristas do gênero da atualidade, e o gaitista Flávio Guimarães, fundador da banda Blues Etílicos. Mindellis sobe ao palco nos dias 25 e 26 de junho, enquanto Guimarães se apresenta nos dias 27 e 28.

Angolano de origem portuguesa, Nuno Mindelis veio com a família para o Brasil ainda muito jovem, em meados dos anos 1970, fugindo da guerra civil em seu país. Suas influências são ricas, consequência de alguém com uma trajetória pessoal singular. O músico sonhava tanto em tocar guitarra que, quando criança, na impossibilidade de comprar uma, fez ele próprio o seu primeiro instrumento com uma lata de azeite, um cabo de madeira e cordas de aço. Em Curitiba, Mindelis apresentará seu trabalho mais recente, o álbum It's All About Love.

Flávio Guimarães é o principal nome da gaita de blues no Brasil. O músico é fundador e membro da mais popular banda nacional nesse estilo, a Blues Etílicos, com quem já lançou onze álbuns. Flávio se dedica ainda à carreira solo, que já rendeu oito discos. Gravou com Alceu Valença, Cássia Eller, Djavan, Ed Motta, Erasmo Carlos, Luiz Melodia, Paulo Moura, Renato Russo, Rita Lee, Titãs, Zeca Baleiro e Zélia Duncan, entre outros. Pode se orgulhar de já ter dividido o palco com grandes ícones do blues americano, como Buddy Guy, Taj Mahal e Charlie Musselwhite, além de ter feito shows de abertura para B. B. King e Robert Cray.

Flávio também é presença frequente em importantes festivais dos EUA e Europa. No projeto Blues Brasil, ele terá a companhia do guitarrista Netto Rockfeller. Os dois apresentarão o primeiro resultado dessa parceria, intitulado Nice and Easy, álbum de composições próprias, vocais e instrumentais.

Serviço:
Blues Brasil – Nuno Mindelis e Flávio Guimarães
Local: CAIXA Cultural Curitiba - Rua Conselheiro Laurindo, 280, Centro
Data: 25 a 28 de junho de 2015
Horário: quinta-feira a sábado, às 20h. Domingo, às 19h
Ingressos: vendas a partir de 20 de junho (sábado). R$ 20 e R$ 10 (meia – conforme legislação e correntistas que pagarem com cartão de débito CAIXA. A compra pode ser feita com o cartão vale-cultura)
Bilheteria: (41) 2118-5111. Funciona de terça a sábado, das 12h às 20h, e domingo, das 16h às 19h
Classificação etária: não recomendado para menores de 12 anos
Lotação máxima: 125 lugares (2 para cadeirantes)Guimarães é o principal nome da gaita de blues no Brasil. O músico é fundador e membro da mais popular banda nacional nesse estilo, a Blues Etílicos, com quem já lançou onze álbuns. Flávio se dedica ainda à carreira solo, que já rendeu oito discos. Gravou com Alceu Valença, Cássia Eller, Djavan, Ed Motta, Erasmo Carlos, Luiz Melodia, Paulo Moura, Renato Russo, Rita Lee, Titãs, Zeca Baleiro e Zélia Duncan, entre outros. Pode se orgulhar de já ter dividido o palco com grandes ícones do blues americano, como Buddy Guy, Taj Mahal e Charlie Musselwhite, além de ter feito shows de abertura para B. B. King e Robert Cray.

Flávio também é presença frequente em importantes festivais dos EUA e Europa. No projeto Blues Brasil, ele terá a companhia do guitarrista Netto Rockfeller. Os dois apresentarão o primeiro resultado dessa parceria, intitulado Nice and Easy, álbum de composições próprias, vocais e instrumentais.